Repositório Digital

A- A A+

Concentração de triptofano e variáveis cinemáticas a diferentes percentuais da velocidade crítica no nado crawl

.

Concentração de triptofano e variáveis cinemáticas a diferentes percentuais da velocidade crítica no nado crawl

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Concentração de triptofano e variáveis cinemáticas a diferentes percentuais da velocidade crítica no nado crawl
Autor Franken, Marcos
Orientador Castro, Flavio Antonio de Souza
Data 2011
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Educação Física. Programa de Pós-Graduação em Ciências do Movimento Humano.
Assunto Fisiologia do exercício
Natação
Treinamento
[en] Critical speed
[en] Index of coordination
[en] Swimming
[en] Tryptophan
Resumo O objetivo deste estudo foi investigar o comportamento da concentração plasmática de triptofano ([TRP]) e de variáveis cinemáticas em séries de treinamento intervalado em diferentes percentuais da velocidade crítica (VC) no nado crawl. Foram voluntários 14 nadadores do sexo masculino de nível competitivo, com, pelo menos, quatro anos de experiência na modalidade e nadando 48 ± 11 km por semana. Os indivíduos executaram dois protocolos distintos, em diferentes dias, realizados em piscina de 25 m: 1) repetições de 200 e 400 m, em máxima intensidade (V200 e V400) em ordem aleatória e separadas por, no mínimo, 24 horas, para a determinação da VC; 2) duas séries de treinamento intervalado (repetições de 400 m) até a ocorrência da exaustão, em ordem aleatória, com intervalo mínimo de 24 horas entre elas: série com intensidade equivalente a 95% da VC (VC95) e série com intensidade equivalente a 100% da VC (VC100). Em ambas (VC95 e VC100) foi solicitado para os participantes que realizassem o maior número possível de repetições de 400 m, na velocidade pré-estabelecida, com intervalos de 40 s de repouso passivo. Um pacer luminoso, subaquático, foi utilizado para controle da velocidade de nado. Foram determinados: [TRP], concentração plasmática de prolactina ([PRL]) e concentração plasmática de ácidos graxos livres ([AGL]); concentração de lactato sanguíneo, frequencia cardíaca (FC) e esforço percebido; duração das fases da braçada, modelo de coordenação, índice de coordenação (IdC), simetria ou assimetria de nado, freqüência média de ciclos de braçadas (FB) e distância média percorrida por ciclo de braçada (DC). Os principais resultados foram: (1) [TRP] e [AGL] não apresentaram diferenças na VC95 e na VC100 (p > 0,05); (2) [PRL] apresentou incremento significativo tanto na VC95 como na VC100 (p < 0,05); (3) aumento significativo da [LA] e do EP na VC95 e na VC100 (p < 0,05); (4) incremento significativo em FB e redução na DC, tanto na VC95 como na VC100; (5) valores de IdC similares na VC95 e na VC100. Desta forma, podemos concluir que, nas séries VC95 e VC100, não ocorrem mudanças da [TRP] e da [AGL]. Já o EP, a [LA], a [PRL] e a FC apresentaram incremento em ambas as séries, o que indica que ocorreu fadiga para o exercício realizado nas condições de instabilidade metabólica. IdC não se altera ao longo de uma série de treinamento intervalado tanto em intensidade similar, como abaixo da VC no nado crawl.
Abstract The aim of this study was to investigate the changes in plasma tryptophan concentration ([TRP]) and kinematic variables in a series of interval training in different percentages of the critical speed (CS) in front crawl. Volunteers were 14 competitive male swimmers with at least four years experience in this style and swimming 48 ± 11 km per week. The subjects performed two different protocols on different days in a 25 m pool: 1) repetitions of 200 and 400 m at maximum intensity (S200 and S400) in random order and separated by at least 24 hours of the CS, 2) two sets of interval training (repetitions of 400 m) until the exhaustion in random order, with minimum interval of 24 hours, including: series with intensity equivalent to 95% of CS (VC95) and series intensity equivalent to 100% of CS (CS100). In both (CS95 and CS100) the participants were required to perform the greatest possible number of repetitions of 400 m in the pre-set speed at intervals of 40 s of passive rest. An underwater light pacer was used. [TRP], plasma concentration of prolactin ([PRL]) and plasma free fatty acids ([FFA]), blood lactate concentration, heart rate (HR) and perceived exertion (PE), and duration of the phases of the stroke model coordination, coordination index (IdC), symmetry or asymmetry of swimming, the average frequency of stroke rate (SR) and average distance traveled per stroke length (SL) were determinated. The main results were: (1) [TRP] and [FFA] showed no differences in CS95 and CS100 (p> 0.05); (2) [PRL] showed significant increase in both the CS95 and CS100 (p <0.05); (3) significant increase in [LA] and PE in the CS95 and CS100 (p <0.05); (4) significant increase in SR and reduction in SL in both the CS95 and CS100; (5) IdC values were similar in the CS95 and CS100. Thus, we conclude that in CS95 and CS100 series, there are no changes of [TRP] and [FFA]. Since PE, [LA], [PRL] and HR increased in both series, which indicated the occurrence of fatigue for the exercise performed in conditions of metabolic instability. IdC does not change over a series of intense interval training in both, similar and below, the CS in front crawl.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/33314
Arquivos Descrição Formato
000790104.pdf (2.051Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.