Repositório Digital

A- A A+

O trabalho interacional para reconfiguração de atividades pedagógicas instrucionais na sala de aula de inglês como língua adicional

.

O trabalho interacional para reconfiguração de atividades pedagógicas instrucionais na sala de aula de inglês como língua adicional

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O trabalho interacional para reconfiguração de atividades pedagógicas instrucionais na sala de aula de inglês como língua adicional
Autor Baumvol, Laura Knijnik
Orientador Garcez, Pedro de Moraes
Data 2011
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Programa de Pós-Graduação em Letras.
Assunto Análise da conversa etnometodológica
Ensino e aprendizagem
Língua adicional
Língua inglesa
Lingüística aplicada
Objetos de aprendizagem
Sociolingüística
Resumo Esta pesquisa, fundamentada na Análise da Conversa Etnometodológica, examina a reconfiguração de atividades pedagógicas na fala-em-interação de sala de aula de inglês como língua adicional. Os dados consistem em aproximadamente treze horas e trinta minutos de registros audiovisuais, gerados em uma turma de nível intermediário de inglês como língua adicional em um curso livre de idiomas. Foram encontradas três ocorrências de reconfiguração da atividade pedagógica, cujo exame minucioso permite concluir que o fenômeno envolve: 1) uma ação deflagradora da reconfiguração da atividade pedagógica, de natureza desafiliativa ou de desalinhamento; 2) um novo alinhamento conjunto dos participantes e uma modificação em sua orientação conjunta, evidenciados pelas ações que passam a realizar e pela exibição de sinais multimodais (direcionamento de olhar e movimentos de tronco e cabeça); 3) mudanças na organização da fala-em-interação e no modo de participação, deixando de ocorrer a préalocação dos turnos de fala ou a orquestração da atividade pedagógica por um dos participantes; 4) a afiliação dos participantes com a posição tomada por quem produziu a ação deflagradora da reconfiguração da atividade pedagógica, com a formação de alianças evidenciadas pelo direcionamento de olhar e pela realização de gestos; e 5) um complexo, intenso e custoso trabalho interacional realizado pelos participantes, que mobilizam diversas competências linguísticas e interacionais. Em um dos segmentos analisados, a reconfiguração da atividade pedagógica apresenta importantes distinções em relação às demais, visto que: 1) é deflagrada por uma ação de desalinhamento, e não de desafiliação; 2) quebra a organização da fala-em-interação na atividade pedagógica; 3) envolve um movimento de oposição dos demais interagentes em relação à proposta da participante que dirige as ações segundo o mandato institucional e uma contraproposta de como e o quê fazer “aqui e agora”, o que parece estar relacionado ao fato de a ação deflagradora ser de desalinhamento. A investigação realizada oferece uma contribuição para pesquisas sobre aprendizagem e participação na fala-eminteração de sala de aula ao trazer novos elementos para a compreensão de como os participantes lidam com momentos que emergem da realização da atividade pedagógica e com novos objetos de aprendizagem que são tornados relevantes.
Abstract This research, grounded on Ethnometodological Conversation Analysis, examines the pedagogical activity reconfiguration within talk-in-interaction in a classroom of English as an additional language. The data consists of approximately thirteen hours and thirty minutes of audiovisual recordings in an intermediate level English class in a language center. The detailed examination of the three instances of pedagogical activity reconfiguration found shows that the phenomenon involves: 1) a disaffiliative or disaligned action which triggers the pedagogical activity reconfiguration; 2) a new alignment among participants, displayed by their actions and by multimodal details (gaze directions and body movements); 3) changes in talk-in-interaction organization and participation framework, with no turn allocation nor pedagogical activity orchestration by a participant; 4) the affiliation with positions taken by other interactants who performed the action which started the pedagogical activity reconfiguration and the constitution of alliances displayed by gaze directions and gestures; and 5) a complex and intense interactional work accomplished by participants, who mobilize different linguistic and interactional resources. The pedagogical activity reconfigurations has distinct features in one of the data analyzed since: 1) it is triggered by a disaligned action, not a disaffiliative one; 2) it breaches the talk-in-interaction organization of the pedagogical activity; 3) interactants oppose to the proposal made by the participant who is responsible for the accomplishment of the institutional mandate and bring forward a counterproposal to what was being done so far, which seems to be related with the disaligned action which triggers the reconfiguration. The present research provides a contribution to studies on learning and participation in classroom talk-in-interaction by bringing new elements to better understand how participants deal with moments that emerge from the accomplishment of the pedagogical activity and with potential learning objects.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/33330
Arquivos Descrição Formato
000789475.pdf (2.190Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.