Repositório Digital

A- A A+

Avaliação da atividade amebicida do óleo essencial de Pterocaulon polystachyum frente à Acantamoeba polyphaga

.

Avaliação da atividade amebicida do óleo essencial de Pterocaulon polystachyum frente à Acantamoeba polyphaga

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação da atividade amebicida do óleo essencial de Pterocaulon polystachyum frente à Acantamoeba polyphaga
Outro título Amebicidal activy evaluation of pterocaulon polystachyum essencial oil against acanthamoeba polyphaga
Autor Sauter, Ismael Pretto
Orientador Rott, Marilise Brittes
Co-orientador Poser, Gilsane Lino von
Data 2011
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Ciências Básicas da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Microbiologia Agrícola e do Ambiente.
Assunto Acanthamoeba
Ceratite por Acanthamoeba
Oleos essenciais
Pterocaulon polystachyum
Resumo Espécies de Acanthamoeba pertencem ao grupo das amebas de vida livre e constituem um agente etiológico da ceratite amebiana, doença que pode causar inflamação ocular grave e até mesmo cegueira. Plantas do gênero Pterocaulon (Asteraceae) são utilizadas na medicina popular como agente anti-séptico e antifúngico. Neste trabalho, foi investigada a composição química do óleo essencial de P. polystachyum e avaliada a sua atividade amebicida contra A. polyphaga. As folhas da planta fresca foram submetidas à hidrodestilação, fornecendo um rendimento de 0,15% (w/v) de óleo essencial. O óleo foi analisado por Cromatografia a Gás acoplada a Espectrômetro de Massas (CG/MS), sendo o acetato de E-sesquilavandulil o principal componente, representando 43,8% da amostra. Para avaliar a atividade amebicida do óleo, foram testadas as concentrações de 20, 10, 5, 2,5 e 1,25 mg/mL contra trofozoítos de duas cepas ATCC de A. polyphaga (uma de origem clínica e outra ambiental). O óleo essencial nas concentrações de 10 e 20 mg/mL foi letal para 100% dos trofozoítos das duas cepas tanto em 24 quanto em 48 horas. O mesmo resultado foi mostrado na concentração de 5 mg/mL de óleo essencial contra os trofozoítos da cepa de origem ambiental de A. polyphaga. O óleo essencial não induziu o encistamento de Acanthamoeba. O efeito citotóxico do óleo essencial também foi avaliado em células de mamíferos, sendo determinado pelo ensaio de Brometo de 3-[4,5-dimetil-tiazol-2-il]-2,5-difeniltetrazólio (MTT). Os resultados da atividade amebicida encontrada no óleo estão em conformidade com relato anterior em que os compostos lipofílicos obtidos desta planta foram ativos contra trofozoítos de A. castellanii. A utilização do óleo como componente de soluções de limpeza de lentes de contato e de superfícies, não deve ser descartada, entretanto maiores estudos com seus componentes majoritários precisam ser feitos.
Abstract Acanthamoeba species are free-living amoebae that constitute an etiological agent of Acanthamoeba keratitis, an illness that may cause severe ocular inflammation and induce blindness. Plants of the genus Pterocaulon (Asteraceae) are used in folk medicine as antiseptic and antifungal agent. In this work, the activity of P. polystachyum essential oil against A. polyphaga was assessed. The leaves of the fresh plant submitted to hydrodistillation yielded 0.15% (w/v) of essential oil that was analyzed by GC/MS being E-sesquilavandulyl acetate the major component, representing 43.8% of the oil. For assessment of the amoebicidal activity concentrations of 20, 10, 5, 2.5 and 1.25 mg/mL were tested against two A. polyphaga ATCC strains (environmental and clinical strains). The essential oil at the concentrations of 10 and 20 mg/mL was lethal to 100% of the trophozoites of both strains in 24h and 48h. The same effect was observed when the essential oil at the concentration of 5 mg/mL was assayed against the environmental strain of A. polyphaga trophozoítes. Essential oil cytotoxic effect in mammalian cells was determined by MTT assay. The amoebicidal effect (activity) obtained in this work is in accordance with previous report in which the lipophilic compounds from this plant were active against A. castellanii. Essential oil utilization as a component of contact lenses cleaning and surface disinfectant solutions should not be discarded, however further studies with its major component should be performed.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/34149
Arquivos Descrição Formato
000791110.pdf (1.581Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.