Repositório Digital

A- A A+

Avaliação da utilização de colifagos como indicadores virais a partir da análise de enterovírus e adenovírus em efluentes tratados por diferentes processos biológicos

.

Avaliação da utilização de colifagos como indicadores virais a partir da análise de enterovírus e adenovírus em efluentes tratados por diferentes processos biológicos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação da utilização de colifagos como indicadores virais a partir da análise de enterovírus e adenovírus em efluentes tratados por diferentes processos biológicos
Autor Silva, Maria Cristina de Almeida
Orientador Monteggia, Luiz Olinto
Co-orientador Miranda, Luis Alcides Schiavo
Data 2010
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Pesquisas Hidráulicas. Programa de Pós-Graduação em Recursos Hídricos e Saneamento Ambiental.
Assunto Adenovírus
Coliformes
Enterovirus
Indices : Qualidade da agua
Reação em cadeia da polimerase
Sazonalidade
Tratamento de esgoto
[en] Coliform bacteria
[en] Coliphages
[en] Enteric viruses
[en] Physical and chemical parameters
[en] Seasonality
[en] Wastewater treatment
Resumo Os esgotos domésticos contêm uma alta quantidade de bactérias e outros organismos patogênicos e não patogênicos que são descarregados em corpos hídricos. A contaminação da água, pela presença de bactérias e vírus patogênicos, traz conseqüências indesejáveis, principalmente de saúde pública. O objetivo deste trabalho foi avaliar a possibilidade de emprego da análise de colifagos, como indicador viral. Para isso, amostras de esgoto bruto, efluente tratado por reator UASB e efluente de lodo ativado, da Estação de Tratamento de Esgotos São João Navegantes, Porto Alegre, foram coletadas durante o período de junho/2006 a junho/2007. As análises físicas, químicas e microbiológicas, DBO5, turbidez, sólidos totais, quantificação de coliformes totais, fecais e de colifagos foram realizadas em 99 amostras, conforme APHA, 2005. Na determinação da presença de adenovírus e enterovírus foram testadas 36 amostras, utilizando-se a técnica de concentração por filtração-eluição e ultracentrifugação. Posteriormente, purificação e avaliação da infectividade. Por fim, as amostras foram submetidas a teste de nested PCR e RT-PCR, a fim de verificar a presença de adenovírus e enterovírus, respectivamente. Nas 36 amostras testadas, a presença de enterovírus foi confirmada em apenas 5,56% das amostras e, adenovírus, em 16,67% das amostras. Não foram encontradas correlações significativas entre colifagos e bactérias coliformes totais e fecais, bem como entre colifagos e os parâmetros físicos e químicos. Desta independência encontrada entre vírus e bactérias se destaca a necessidade de monitoramento conjunto de ambos os microrganismos. Verificou-se uma similaridade em relação à sazonalidade referente ao comportamento de colifagos e o descrito na literatura referente a vírus entéricos. Observou-se, também, a baixa eficiência do tratamento para remoção de microrganismos, ressaltando-se a importância de realização de um tratamento terciário para assegurar a qualidade microbiológica do efluente. As relações entre colifagos e vírus entéricos não foram possíveis de serem analisadas, devido aos dados inconclusivos obtidos no presente trabalho.
Abstract Domestic sewage contains a high amount of bacteria and other pathogens and non pathogens that are discharged into water bodies. Contamination of water by the presence of pathogenic bacteria and viruses, brings undesirable consequences, especially for public health. The objective of this work was to evaluate the possibility of using analysis of coliphages as viral indicator. Samples of raw sewage, treated effluent by UASB reactor and by activated sludge, from Wastewater Treatment Systems São João Navegantes, Porto Alegre, were collected during the period of june/2006 to june/2007. Physical, chemical and microbiological analyzes, namely BOD5, turbidity, total solids, quantification of total coliforms, fecal coliforms and coliphages were performed in 99 samples, following the techniques described in APHA 2005. The presence of enteric viruses was tested on 36 samples. The technique of concentration by filtration-elution and ultra-centrifugation was used for this purpose. Subsequently, purification and infectivity test was performed. The samples were tested to nested PCR and RT-PCR to verify the presence of adenovirus and enterovirus, respectively. In 36 samples tested, the presence of enteroviruses was confirmed in only 5.56% of the samples, and adenovirus, in 16.67% of the samples. No significant correlation was found among coliform bacteria and coliphages, and also between the presence of coliphages and physical and chemical parameters. The independence found between viruses and bacteria indicates the need for joint monitoring of both microrganisms. The behavior of coliphages was observed to follow the path described in the literature about enteric viruses in relation to seasonality. There was observed a low efficiency in terms of microorganisms removal, emphasizing the need for a tertiary treatment to ensure the microbiological quality of the effluents tested. Relations between coliphages and enteric viruses were not able to be analyzed, due to inconclusive data obtained in this work.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/34150
Arquivos Descrição Formato
000773057.pdf (745.2Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.