Repositório Digital

A- A A+

Creatine kinase levels in patients with bipolar disorder : depressive, manic, and euthymic phases

.

Creatine kinase levels in patients with bipolar disorder : depressive, manic, and euthymic phases

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Creatine kinase levels in patients with bipolar disorder : depressive, manic, and euthymic phases
Outro título Comparação das fases de depressão, mania e eutimia sobre os níveis de creatina quinase em pacientes bipolares
Autor Feier, Gustavo
Valvassori, Samira da Silva
Rezin, Gislaine Tezza
Búrigo, Márcio
Streck, Emilio Luiz
Kapczinski, Flávio Pereira
Quevedo, João Luciano de
Resumo Objetivo: O transtorno do humor bipolar é uma doença psiquiátrica grave, recorrente e crônica associada a significativo prejuízo funcional, morbidade e mortalidade. A creatina quinase tem sido proposta como um marcador de dano cerebral. A creatina quinase é uma enzima importante principalmente para células que necessitam de uma grande quantidade de energia, como os neurônios. O objetivo do presente estudo foi comparar os níveis de creatina quinase entre as fases depressiva, maníaca e eutímica de pacientes com transtorno do humor bipolar. Método: Para avaliação dos níveis de creatina quinase no soro, 48 pacientes bipolares foram recrutados; 18 estavam eutímicos, 17 estavam em mania e 13 em episódio depressivo. Foi feita também uma comparação com um grupo controle que incluiu 41 voluntários saudáveis. Grupo eutimia: foram incluídos os pacientes que não cumpriam os critérios do DSM-IV para episódios de humor e deveriam ter a pontuação inferior a oito nas escalas de avaliação de mania (YMRS) e depressão (HDRS); grupo mania: foram incluídos os pacientes que apresentavam YMRS > 7 e HDRS < 7; grupo depressão: foram incluídos os pacientes que apresentavam HDRS > 7 e YMRS < 7. Os pacientes em episódios mistos não foram incluídos no estudo. Amostras de sangue foram coletadas de todos os participantes. Resultados: Durante a mania, os níveis de creatina quinase foram aumentados em comparação com voluntários saudáveis. Entretanto, não houve diferença significativa nos níveis de creatina quinase em pacientes eutímicos e depressivos, quando comparados com o grupo controle. Conclusão: Nossos resultados sugerem que as fases maníaca, depressiva e eutímica do transtorno do humor bipolar, além de apresentarem sintomatologia distinta, também podem ser diferenciadas pelo nível de creatina quinase presente no sangue do paciente. Entretanto, mais estudos são necessários para entender as diferenças observadas na atividade da creatina quinase durante as fases do transtorno do humor bipolar.
Abstract Objective: Bipolar disorder is a severe, recurrent, and often chronic psychiatric illness associated with significant functional impairment, morbidity, and mortality. Creatine kinase is an important enzyme, particularly for cells with high and fluctuating energy requirements, such as neurons, and is a potential marker of brain injury. The aim of the present study was to compare serum creatine kinase levels between bipolar disorder patients, in the various phases (depressive, manic, and euthymic), and healthy volunteers. Method: Forty-eight bipolar patients were recruited: 18 in the euthymic phase; 17 in the manic phase; and 13 in the depressive phase. The control group comprised 41 healthy volunteers. The phases of bipolar disorder were defined as follows: euthymic—not meeting the DSM-IV criteria for a mood episode and scoring < 8 on the Hamilton Depression Rating Scale (HDRS) and Young Mania Rating Scale (YMRS); manic—scoring < 7 on the HDRS and > 7 on the YMRS; depressive—scoring > 7 on the HDRS and < 7 on the YMRS. Patients in mixed phases were excluded. Blood samples were collected from all participants. Results: Creatine kinase levels were higher in the manic patients than in the controls. However, we observed no significant difference between euthymic and depressive patients in terms of the creatine kinase level. Conclusion: Our results suggest that the clinical differences among the depressive, manic, and euthymic phases of bipolar disorder are paralleled by contrasting levels of creatine kinase. However, further studies are needed in order to understand the state-dependent differences observed in serum creatine kinase activity.
Contido em Revista brasileira de psiquiatria (1999). São Paulo. Vol. 33, n. 2 (2011), p. 171-175
Assunto Creatina quinase
Depressão
Efeitos adversos
Estudos de casos e controles
Medição de níveis
Transtorno bipolar
[en] Bipolar disorder
[en] Case-control studies
[en] Creatine kinase
[en] Depression
[en] Water level measurement/adverse effects
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/34363
Arquivos Descrição Formato
000786001.pdf (749.6Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.