Repositório Digital

A- A A+

Perigo moral na crise financeira de 2007-2008 : as agências de rating

.

Perigo moral na crise financeira de 2007-2008 : as agências de rating

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Perigo moral na crise financeira de 2007-2008 : as agências de rating
Autor Velazquez, Ricardo Lengler
Orientador Hillbrecht, Ronald Otto
Data 2011
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Curso de Ciências Econômicas.
Assunto Brasil
Crédito
Crise financeira
Economia da informação
Instituições financeiras
Mercado financeiro
Risco financeiro
[en] Asymmetric information
[en] Financial crisis
[en] Moral hazard
[en] Rating agencies
Resumo Este trabalho apresenta uma avaliação do impacto que as agências de rating norte-americanas – Moody´s, Fitch e Standard & Poor´s – tiveram no desenvolvimento e surgimento da crise financeira de 2007-2008. Ele usa a teoria da economia da informação para identificar falhas de mercado denominadas de perigo moral, que surgiram entre as relações de diversos agentes econômicos com essas agências. O estudo ateve-se aos agentes mais representativos da economia: órgãos reguladores, instituições financeiras de diversos fins e investidores em geral. A análise é focada no período imediatamente anterior à crise, contudo apresenta informações que remontam a outros períodos. Apresentamos brevemente a teoria da economia da informação e de perigo moral especificamente. Avaliamos as peculiaridades dessa crise em um contexto histórico. Identificamos uma série de situações de perigo moral que dificultam o trabalho e a divulgação para o mercado das avaliações feitas por empresas de classificação de risco. Tais problemas surgiram através de fatores que aumentavam a assimetria de informação no mercado de rating. Dentre alguns deles, citam-se: fraco marco regulatório, que não pune comportamentos trapaceiros; forte intervenção estatal, que diminui a concorrência neste nicho, em especial, e até mesmo a intervenção de emissores de títulos junto às agências. Posteriormente são descritas algumas sugestões de caminhos a serem seguidos com o objetivo de resolver tais problemas.
Abstract This essay an assessment of the impact that american rating agencies – Moody´s, Fitch, Standard & Poor´s – had on the rise and appearing of the financial crisis of 2007-2008. It uses the economics of information theory to identify market failures known as moral hazard that showed up between various economic agents with these agencies. This study stuck itself to the most representatives economic agents of the economy: regulators, financial institutions of multiple purposes and general investors. The analysis is focused on the preceding period of the crisis, however it presents information that goes back further. We briefly present the economics of information and moral hazard theories. We assess the peculiarities of this economic crisis on a historic context. We identify a series of moral hazard situations that interfere in the production and disclosure of the assessments made by the rating agencies to the market. These problems emerged through conditions that increased the information asymmetry in the rating market. Some of them are: weak regulatory system, which do not punish rogue behavior; strong government intervention, which reduces market competition and even intervention of securities issuers in rating agencies. Lastly some suggestions of paths to be followed are described with the intend of solve those problems.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/34819
Arquivos Descrição Formato
000783866.pdf (772.5Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.