Repositório Digital

A- A A+

Espirometria de incentivo com pressão positiva expiratória é benéfica após revascularização miocardio

.

Espirometria de incentivo com pressão positiva expiratória é benéfica após revascularização miocardio

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Espirometria de incentivo com pressão positiva expiratória é benéfica após revascularização miocardio
Outro título Incentive spirometry with expiratory positive airway pressure brings benefits after myocardial revascularization
Autor Ferreira, Glória Menz
Haeffner, Mauren Porto
Menna Barreto, Sérgio Saldanha
Dall'Ago, Pedro
Resumo Fundamento: Pacientes que são submetidos à cirurgia de revascularização do miocárdio (CRM) apresentam risco maior para desenvolver complicações pulmonares, como atelectasias, pneumonia e derrame pleural. Estas complicações podem aumentar o tempo de internação hospitalar, a necessidade de recursos financeiros e também se associam com a redução da qualidade de vida e da capacidade funcional a longo prazo. Objetivo: Testar se o uso de espirometria de incentivo (EI) associada com pressão positiva expiratória na via aérea (EPAP), após CRM melhora a dispneia, a sensação de esforço percebido e a qualidade de vida 18 meses após a CRM. Métodos: Dezesseis pacientes submetidos a CRM foram randomizados para o grupo controle (n=8) ou para o grupo EI+EPAP (n=8). O protocolo de EI+EPAP foi realizado no período pós-operatório imediato e durante mais 4 semanas no domicílio. Dezoito meses após a CRM foram avaliadas a força da musculatura respiratória, a capacidade funcional, a função pulmonar, a qualidade de vida e o nível de atividade física. Resultados: Após o teste de caminhada de seis minutos (TC6), o escore para dispneia (1,6±0,6 vs 0,6±0,3, P<0,05) e a sensação de esforço (13,4±1,2 vs 9,1±0,7, P<0,05) foram maiores no grupo controle comparado com o grupo EI+EPAP. Na avaliação da qualidade de vida, o domínio relacionado às limitações nos aspectos físicos foi melhor no grupo EI+EPAP (93,7±4,1 vs 50±17, P<0,02). Conclusão: Pacientes que realizam EI+EPAP apresentam menos dispneia e menor sensação de esforço após o TC6 e também melhor qualidade de vida 18 meses após a CRM. (Arq Bras Cardiol 2010; 94(2) : 246-251).
Abstract Background: Patients undergoing coronary artery bypass graft (CABG) surgery have higher risk to develop pulmonary complications (PCs) such as atelectasis, pneumonia and pleural effusion. These complications could increase the length of hospital stay, resources utilization and also are associated with reduced quality of life and functional capacity a long term. Objective: To test if the use of incentive spirometry (IS) associated with expiratory positive airway pressure (EPAP), after CABG surgery improves dyspnea, effort perceived and quality of life 18 months after CABG. Methods: Sixteen patients submitted to a CABG, were randomized to a control group (n=8) or IS+EPAP group (n=8). The protocol of IS+EPAP was applied in the immediate postoperative period and following for more 4 weeks in the patient’s home. Eighteen months after CABG, the strength of the respiratory muscle, the functional capacity, the lung function, the quality of life and the level of physical activity were evaluated. Results: After six minute walk test (6-MWT), the score of the dyspnea (1.6±0.6 vs 0.6±0.3, P<0.05) and the perceived effort (13.4±1.2 vs 9.1±0.7, P<0.05) were higher in the control group, when compared with the IS+EPAP group. In quality of life evaluation, the domain related to the physical aspects limitations was better in IS+EPAP group (93.7±4.1 vs 50±17, P<0.02). Conclusion: : Patients that were submitted to IS+EPAP present reduction of dyspnea and lower effort sensation after the 6-MWT, and also a better quality of life 18 months after CABG. (Arq Bras Cardiol 2010; 94(2) : 230-235).
Contido em Arquivos brasileiros de cardiologia. São Paulo. Vol. 94, no. 2 (2010), p. 230-235
Assunto Atividade motora
Cirurgia torácica
Qualidade de vida
Terapia respiratória
[en] Heart surgery
[en] Motor activity
[en] Quality of life
[en] Respiratory physical therapy
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/34990
Arquivos Descrição Formato
000741079.pdf (304.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.