Repositório Digital

A- A A+

Transplante autólogo : contaminação microbiana de produtos de stem cell hematopoéticos

.

Transplante autólogo : contaminação microbiana de produtos de stem cell hematopoéticos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Transplante autólogo : contaminação microbiana de produtos de stem cell hematopoéticos
Autor Almeida, Igor Dullius
Orientador Goldani, Luciano Zubaran
Data 2011
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Medicina: Ciências Médicas.
Assunto Células tronco hematopoéticas
Contaminação
Controle de qualidade
Transplante autólogo
Resumo Objetivos. As células progenitoras hematopoéticas de sangue periférico (CPHSP) são comumente usadas para transplantes autólogos e alogênicos em pacientes com as mais diversas patologias onco-hematológicas, apesar da utilização de técnicas estéreis durante a coleta e o processamento desses produtos, a contaminação bacteriana pode ocorrer. Nosso objetivo foi investigar a contaminação microbiana em produtos de células progenitoras hematopoéticas de sangue periférico (CPHSP). Material/Sujeitos e Métodos. Culturas microbianas de 837 produtos de CPHSP entre 2000 e 2009 foram analisados retrospectivamente para determinar a incidência de positividade de cultura e identificar os principais organismos que causam contaminação. Os estudos microbiológicos foram realizados em um sistema automatizado (Bact/ Alert ® bioMérieux). Resultados. Trinta e seis (4,3%) de 837 culturas microbianas foram contamimadas. O Staphylococcus coagulase-negativo foi a bactéria mais frequentemente isolada em produtos CPHSP (20 (56%) das 36 culturas microbianas positivas). Considerando-se as amostras, das 36 contaminadas, 22 produtos de CPHSP foram infundidos e 14 descartados. A terapia de infusão pré e pós- antibiótico dos produtos contaminados foi estabelecido com base no microorganismo isolado e seu antibiograma. Conclusão. Este estudo está de acordo com outras pesquisas publicadas, mostrando que a contaminação microbiana dos produtos de CPHSP é baixa, e a contaminação desses produtos, na maioria dos casos, não compromete o sucesso do transplante.
Abstract Objectives. The hematopoietic progenitor cells from peripheral blood (HPCPB) are commonly used for autologous and allogenic transplants in patients with the most various onco-hematological diseases despite the utilization of sterile techniques during collection and the processing of these products, bacterial contamination can occur. Our objective was to investigate the microbial contamination in hematopoietic progenitor cells from peripheral blood (HPCPB) products. Material/Subjects and Methods. Microbial cultures of 837 HPCPB products between 2000 and 2009 were retrospectively analysed to determine the incidence of culture positivity and identify the main organisms causing contamination. The microbiological studies were performed with an automatized system (BacT/Alert ® bioMérieux Corporate). Results. Thirty-six (4.3%) of 837 microbial cultures were contaminated. Coagulase-negative Staphylococcus was the most frequent bacteria isolated in HPCPB products (20 (56%) of the 36 positive microbial cultures). Considering the thirty-six contaminated samples, 22 HPCPB products were infused and 14 discarded. Pre and post infusion antibiotic therapy of the contaminated products was established based on the isolated microorganism and its antibiogram. Conclusion. This study is in accordance with other published surveys, showing that the microbial contamination of HPCPB products is low, and contamination of those products, in most cases, does not compromise the success of the transplant.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/35021
Arquivos Descrição Formato
000792192.pdf (1.493Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.