Repositório Digital

A- A A+

Habilidade materna de ovelhas corriedale e sua relação com a sobrevivência e desenvolvimento de cordeiros

.

Habilidade materna de ovelhas corriedale e sua relação com a sobrevivência e desenvolvimento de cordeiros

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Habilidade materna de ovelhas corriedale e sua relação com a sobrevivência e desenvolvimento de cordeiros
Outro título Ability and maternal of corriedale ewes and its relationship to survival and development of the lambs
Autor Moraes, Andréia Barros de
Orientador Poli, Cesar Henrique Espirito Candal
Co-orientador Fischer, Vivian
Data 2011
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Agronomia. Programa de Pós-Graduação em Zootecnia.
Assunto Ovino
Produção animal
Resumo Um dos grandes problemas na ovinocultura é a mortalidade de cordeiros, principalmente no periparto. Altas taxas de mortalidade entre o nascimento e o desmame aumentam os custos de produção e diminuem a oferta regular de animais. A mortalidade está diretamente relacionada com o cuidado da ovelha com o cordeiro. O cuidado maternal é entendido como todas as atividades assumidas após o nascimento pela mãe em relação à progênie, com o objetivo de elevar as chances de sobrevivência da cria e garantir o seu crescimento, favorecendo a perpetuação da espécie. Com o objetivo de descrever o comportamento materno de ovelhas e relacionar com medidas de temperamento e com características de desempenho do cordeiro foi conduzido um experimento com 37 ovelhas adultas da raça Corriedale, em pastagem de Brachiaria arrecta Napper em Viamão, RS. O delineamento experimental foi completamente ao acaso, sendo a unidade experimental a ovelha. Até 48 horas após o parto, as ovelhas foram avaliadas quanto ao escore materno filial, de acordo com sua distância em relação ao cordeiro no momento da aproximação de um avaliador. Avaliou-se a reatividade dos animais, no isolamento e na presença do observador, através do teste de arena e os parâmetros fisiológicos e físicos dos animais. Também foi avaliado o ganho de peso dos cordeiros do nascimento ao desmame e a taxa de sobrevivência. A maioria das ovelhas, 91,67%, apresentou pior escore de comportamento materno, com valor médio de 2,19. O escore de comportamento materno esteve correlacionado com o tempo de latência (r=0,35), número de defecações da ovelha em isolamento no encarneiramento (r=0,43), relutância da ovelha para sair da área teste no desmame (r=-0,36) e com o número de vocalizações de intensidade alta dos cordeiros na presença do observador (r=0,36). Cordeiros filhos de ovelhas que se afastaram menos na avaliação do escore materno-filial, quando em isolamento social e visual no teste de arena, vocalizam mais. Ovelhas classificadas como melhores mães no periparto mostraram menor medo em relação à presença humana no teste de arena. Os cordeiros ganharam em média 0,169 kg/dia até o desmame e a taxa de mortalidade foi de 27,03%. Esse trabalho demonstra que escore de comportamento materno apresenta baixa correlação com o temperamento de ovelhas e cordeiros avaliados através do teste de arena e que o desempenho e desenvolvimento dos cordeiros no desmame não depende do escore de comportamento materno da ovelha.
Abstract A major problem in the sheep industry is the lamb mortality, particularly in the peripartum period. High rates of mortality between birth and weaning increases production costs and decrease the steady supply of animals. Mortality is directly related to the care of the sheep with lamb. The maternal care is understood as all activities undertaken by the mother after birth in relation to offspring, with the aim of increasing the survival chances of establishing and ensuring their growth, favoring the perpetuation of the species. Ewes with high reactivity may abandon their lambs and increase mortality in peripartum. Aiming to describe the maternal behavior of sheep and correlate with measures of temperament and performance characteristics of the lamb was an experiment with 37 ewes wethers, a pasture of Brachiaria arrecta Napper in Viamão, RS. The experimental design was completely random, the experimental unit being a sheep. Until 48 hours after delivery, ewes were evaluated for maternal scores subsidiary, according to their distance from the lamb upon the approach of an appraiser. We evaluated the reactivity of the animals in isolation and in the presence of the observer through the test arena and the physiological and physical parameters of the animals. We also evaluated the weight gain of lambs from birth to weaning and survival rate. Most of the sheep, 91,67% had a score of maternal behavior and poor, with average value of 2,19. The maternal score was positively correlated with the onset time (r=0,35) and the number of defecations (r=0,43) of the ewe at mating time isolation, and negatively correlated with the reluctance of sheep to exit weaning (r=-0,36) and the number of vocalizations of high intensity of the lambs in the presence of observers (r=0,36). Lambs of sheep who have strayed at least evaluation scores from mother to child, when in social isolation and visual test arena, vocalized more, giving the impression that they try to communicate with their mothers. Ewes classified as the best mothers in the peripartum showed less fear in relation to human presence in the test arena. Lambs gained an average of 0,169kg/day until weaning and the mortality rate was 27,03%. This study demonstrates that maternal score has a low correlation with the temperament of sheep and lambs evaluated by testing arena and that the performance and development of lambs at weaning is not dependent on maternal score of sheep.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/35094
Arquivos Descrição Formato
000794052.pdf (1.510Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.