Repositório Digital

A- A A+

Estudo da secagem convectiva do bagaço de mirtilo visando minimizar a perda de compostos antociânicos

.

Estudo da secagem convectiva do bagaço de mirtilo visando minimizar a perda de compostos antociânicos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Estudo da secagem convectiva do bagaço de mirtilo visando minimizar a perda de compostos antociânicos
Autor Fan, Guan Zen
Orientador Marczak, Ligia Damasceno Ferreira
Co-orientador Kechinski, Carolina Pereira
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Curso de Engenharia Química.
Assunto Engenharia química
Resumo O mirtilo, devido ao seu alto teor de compostos antociânicos, ficou conhecido como “fruto da longevidade” e é utilizado nas indústrias alimentícias para a fabricação de sucos e derivados. Este processamento gera cerca de 20% de resíduo sólido (bagaço) que, mesmo sendo um subproduto, chega a conter cerca de 70% do teor de antocianinas do fruto. Visando o aproveitamento desse subproduto, o objetivo desse trabalho foi estudar a perda de compostos antociânicos do bagaço de mirtilo durante a secagem convectiva, procurando diminuir ao máximo o teor de umidade do produto prolongando a sua vida útil e ao mesmo tempo reduzindo a perda desses compostos nutricionais e funcionais. O bagaço (resíduo obtido da extração enzimática do suco de mirtilo) foi congelado e armazenado ao abrigo da luz apresentando um teor de umidade inicial em torno de 70%. Através de um planejamento fatorial 22 composto central rotacional as variáveis estudadas foram: a temperatura e a velocidade do ar de secagem. Em cada ensaio, aproximadamente 300 g de bagaço foram submetidos a um processo de secagem convectiva forçada em um secador de bandeja e secos até que a variação de massa fosse igual ou inferior a 1% da massa inicial. Com os dados coletados ao longo do tempo, determinaram-se as curvas de secagem. Os resultados mostraram que apenas a temperatura do ar influencia significativamente na secagem. Para o estudo da perda de compostos antociânicos, verificou-se que tanto a temperatura quanto a velocidade do ar influenciaram significativamente na perda destes compostos durante a secagem.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/35175
Arquivos Descrição Formato
000793888.pdf (562.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.