Repositório Digital

A- A A+

A relação entre a internacionalização e a inovação na empresa : um estudo de caso

.

A relação entre a internacionalização e a inovação na empresa : um estudo de caso

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A relação entre a internacionalização e a inovação na empresa : um estudo de caso
Autor Hoch, Cristiano Guilherme
Orientador Padula, Antonio Domingos
Data 2011
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Programa de Pós-Graduação em Administração.
Assunto Framework
Inovação
Internacionalização de empresas
Resumo A evolução da economia internacional revela importantes mudanças nos relacionamentos entre os agentes econômicos e as variáveis que determinam a competitividade, sendo que dois fatores se sobressaem: 1) o crescente número de elementos da organização econômica afetados pela internacionalização e 2) o aumento da complexidade no processo de inovação da empresa. Estes fatores se fortalecem, ao ponto que a análise econômica atual é forçada a considerar ambos de forma simultânea, quando busca compreender a nova dinâmica da firma operando a nível internacional. Porém, a relação entre inovação e internacionalização tem sido pouco explorada na literatura, evidenciando poucos estudos empíricos que exploram essa relação. Nesse contexto, o presente estudo de caso busca verificar como a inovação se relaciona com a internacionalização de uma empresa no Rio Grande do Sul. Foi elaborado um framework para analisar a relação entre a inovação e internacionalização, seguindo a lógica de análise de Kyläheiko et al (2011), complementada por Kumar (2009) e Kafouros et al (2008). O presente estudo leva em consideração que o crescimento da firma está relacionado com a estratégia de crescimento via internacionalização e inovação, apoiados pelas capacidades tecnológicas e o regime de apropriação. Se considerarmos o longo prazo, a estratégia que mais favorece o crescimento da firma é a que busca utilizar a diversificação de mercado (internacionalização) e produto (inovação) de forma conjunta. Entretanto no curto prazo a firma pode estar sujeita a alguns desafios, apresentando um trade-off nesta relação. Os dados foram coletados por meio de entrevistas semi-estruturadas com o Gerente de Novas Tecnologias e com o Coordenador de Mercado Externo, além da análise de livros, documentos, site corporativo, apresentações power point fornecidas pelos entrevistados. Os resultados demonstram que a empresa objeto deste estudo sofreu algumas restrições, como os limites de replicação do negócio (necessidade estratégia de entrada de maior envolvimento), aprendizagem (tempo para acumular conhecimento sobre o mercado através do avanço nas estratégias de entrada) e capacidade absortiva (gestores, recursos administrativos disponíveis e investimento em P&D) que a levaram focar seu crescimento através da inovação no mercado doméstico, no curto prazo. Entretanto, quando a empresa supera tais dificuldades, passa a atuar através das duas estratégias de crescimento (inovação e internacionalização) resultando em uma maior taxa de crescimento.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/35176
Arquivos Descrição Formato
000795061.pdf (10.64Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.