Repositório Digital

A- A A+

Estudo de sistemas filtrantes de ar de processo industrial na fabricação de não tecidos

.

Estudo de sistemas filtrantes de ar de processo industrial na fabricação de não tecidos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Estudo de sistemas filtrantes de ar de processo industrial na fabricação de não tecidos
Autor Hagel, Ricardo
Orientador Sobreiro, Luiz Elody Lima
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Curso de Engenharia Química.
Assunto Engenharia química
Resumo O processo produtivo de nãotecidos de polipropileno requer altas vazões de ar para estiramento e resfriamento dos filamentos de polímero, formados a partir do processo de extrusão. Para que estes filamentos formados apresentem as características necessárias ao produto final, como diâmetro especificado, estabilidade dimensional e isenção de contaminantes, deve-se garantir a estabilidade do processo em relação à temperatura, vazão e filtração deste ar. A eficiência de filtração deste ar de processo deve ser a máxima possível, pois a existência de contaminantes no ar pode reduzir a eficiência dos equipamentos que controlam estas propriedades, como: ventiladores (vazão), trocadores de calor (temperatura), válvulas, etc.; fazendo com que não seja possível garantir a estabilidade operacional das linhas produtivas. A proposta deste estudo é a redução de custos por meio da unificação do tipo de filtro utilizado nas linhas de produção de nãotecido, determinação da capacidade máxima de retenção de particulados e avaliação da queda de pressão ao longo do tempo de utilização, determinando assim o tempo máximo que cada filtro pode ser utilizado. Para escolha do tipo de filtro adequado, as propostas foram discutidas conjuntamente com fornecedores nacionais. Através de uma metodologia, realizou-se ensaios de retenção de pó e queda de pressão, e posterior avaliação dos resultados obtidos. Verificou-se que é possível obter uma redução de até 85% nos custos anuais a partir da substituição do modelo de filtro empregado nos sistemas de ventilação, sem prejuízo à eficiência. Também foi observado que o intervalo de substituição dos elementos filtrantes pode ser ampliado em mais de 200%. Entretanto, é necessária a realização de análise granulométrica dos contaminantes presentes no ar para escolha correta da classe de filtração, visto que os resultados obtidos para queda de pressão estão aquém do limite de saturação do filtro, indicando a possibilidade de utilização de um filtro incorreto, atualmente.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/35203
Arquivos Descrição Formato
000792992.pdf (1.844Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.