Repositório Digital

A- A A+

Um novo cinodonte traversodontídeo (Eucynodontia,Traversodontidae) da fauna de Santa Cruz do Sul, triássico da formação Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil

.

Um novo cinodonte traversodontídeo (Eucynodontia,Traversodontidae) da fauna de Santa Cruz do Sul, triássico da formação Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Um novo cinodonte traversodontídeo (Eucynodontia,Traversodontidae) da fauna de Santa Cruz do Sul, triássico da formação Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil
Outro título A new traversodontid cynodont (eucynodontia, traversodontidae) from the fauna of Santa Cruz do Sul, triassic of santa maria formation, Rio Grande do Sul, Brazil
Autor Melo, Tomaz Panceri
Orientador Soares, Marina Bento
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Curso de Ciências Biológicas: Bacharelado.
Assunto Zoologia : Vertebrados : Rio Grande do Sul Brasil
[en] Eucynodontia
[en] Herapsida
[en] Menadon besairiei
[en] Santa Maria formation
[en] Traversodontidae
[en] Triassic
Resumo Novos materiais (UFRGS-PV-1164-T e 1165), identificados como Menadon besairiei, táxon registrado no grupo “Isalo II” de Madagascar, são reportados pela primeira vez para o Triássico do Rio Grande do Sul. Os materiais são provenientes do afloramento Schoenstatt ( município de Santa Cruz do Sul), pertencente à Cenozona de Santacruzodon (Neoladiniano-Eocarniano) da Formação Santa Maria. A atribuição ao táxon malgaxe se dá pelo formato alto do crânio, presença de cinco pós-caninos superiores, sendo o primeiro reduzido, seis pós-caninos inferiores, sendo os dois primeiros e o último reduzidos, formato quadrangular dos pós-caninos, quatro grandes incisivos superiores, sendo I1 e I2 procumbentes, três incisivos inferiores procumbentes, porção suborbital do jugal contatando os pterigóides e excluindo a maxila da margem da fenestra suborbital, mandíbula com desenvolvido processo coronóide cobrindo lateralmente o último pós-canino, processo angular bem projetado posteriormente. A fim de testar a vinculação filogenética dos materiais de Santa Cruz do Sul com Menadon besairiei foi realizada uma análise cladística, baseada em uma matriz com 19 taxa e 44 caracteres. Nas árvores resultantes, o táxon codificado por UFRGS-PV-1164-T e 1165 agrupou-se com M. besairiei no clado (Gomphodontosuchus ((Menadon, UFRGS) (Exaeretodon, Scalenodontoides))). Assim, a presença de M.besairiei é atestada definitivamente na Fauna de Santa Cruz do Sul, consistindo do primeiro registro deste táxon malgaxe para a América do Sul e confirmando a correlação bioestratigráfica previamente proposta entre “Isalo II” e a Cenozona de Santacruzodon da Formação Santa Maria.
Abstract New materials (UFRGS-PV-1164T e 1165), identified as Menadon besairiei, recorded in the “Isalo II” group from Madagascar, are reported for the first time from the Triassic of southern Brazil. The fossils were collected in the Schoenstatt outcrop (Santa Cruz do Sul municipality), which belongs to the Santacruzodon Assemblage Zone (Neoladinian-Eocarnian) in the Santa Maria Formation. The attribution to the Malagasy taxon is due to the deep cranium, five upper postcanines, the first one “peg-like”, six lower postcanines, being the two anterior and the posterior-most reduced, quadrangular format of the postcanines, four upper incisors, with I1 and I2 being procumbent, three lower procumbent incisors, “descending process of the jugal” reaching the pterygoid and excluding the maxilla from the suborbital fenestra, mandible with the deep coronoid process covering the last lower postcanine laterally, angular process posteriorly projected. Aiming to test the phylogenetic position assigned to the specimens of Santa Cruz do Sul, a cladistic analysis was performed based on a matrix composed by 19 taxa and 44 characters. In the resulting trees the taxon, which was coded according to UFRGS-PV-1164-T and 1165, grouped with M. besairiei in the clade (Gomphodontosuchus ((Menadon, UFRGS) (Exaeretodon, Scalenodontoides))). Thus, the presence of M. besairiei is established to the Fauna of Santa Cruz do Sul, consisting of the first record for South America and confirming the previously proposed biostratigraphic correlation between “Isalo II” and the Santacruzodon AZ.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/35285
Arquivos Descrição Formato
000783039.pdf (1.484Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.