Repositório Digital

A- A A+

Potencial inseticida de óleos de origem vegetal sobre Grapholita molesta

.

Potencial inseticida de óleos de origem vegetal sobre Grapholita molesta

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Potencial inseticida de óleos de origem vegetal sobre Grapholita molesta
Autor Colpo, José Fernando
Orientador Jahnke, Simone Mundstock
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Curso de Ciências Biológicas: Ênfase Ambiental: Bacharelado.
Assunto Inseticida de origem vegetal
Resumo Devido ao seu processo evolutivo peculiar, as plantas desenvolveram um arsenal de produtos tóxicos capazes de deter seus inimigos naturais. Em decorrência do estudo das interações químicas entre insetos e herbívoros e do avanço da pesquisa fitoquímica, hoje são conhecidas uma infinidade de produtos naturais, denominados de aleloquímicos, com grande potencial inseticida. Grapholita molesta (Busck), (Lepidoptera: Tortricidae) também conhecida como mariposa-oriental é uma das principais pragas do pessegueiro, danificando brotações e frutos. Em brotações, o inseto destrói o meristema apical e, nos frutos, abre galerias na polpa, inviabilizando o pêssego para o consumo in natura ou para a comercialização. O objetivo do presente estudo foi verificar a mortalidade causada por óleos vegetais em G. molesta. Ovos de insetos, provindos de criação artificial, foram imersos em óleos essências de Elionurus sp. e citronela (Cymbopogon winterianus Jowitt.) nas concentrações de 0,1%, 0,5%, 1% e 0,5%, 1%,5%, respectivamente. Os resultados obtidos para o óleo de Elionurus sp. em ovos de G. molesta apontam que as três concentrações causaram mortalidades acima de 30% em todos os tratamentos, diferindo significativamente dos controles (Tukey P<0,05). A mortalidade causada pelo óleo de citronela foi em torno de 70% significativamente superior ao controle (P <0,01). As aplicações de óleo de citronela a 1% em pupas causou mortalidade de 99,8%. Não houve atratividade dos adultos em teste de olfatômetro para nenhum dos óleos. O óleo de citronela apresentou deterrência à oviposição, sendo a média de ovos no substrato com o tratamento (0,33±0,33), significativamente menor que no controle, (7,3±0,88) ( P<0,01).
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/35318
Arquivos Descrição Formato
000781936.pdf (1.038Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.