Repositório Digital

A- A A+

Morfologia interna e externa dos pleópodos de Aegla platensis Schmitt, 1942 (Crustacea, Anomura, Aeglidae) : a fixação dos ovos e as glândulas pleopodais

.

Morfologia interna e externa dos pleópodos de Aegla platensis Schmitt, 1942 (Crustacea, Anomura, Aeglidae) : a fixação dos ovos e as glândulas pleopodais

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Morfologia interna e externa dos pleópodos de Aegla platensis Schmitt, 1942 (Crustacea, Anomura, Aeglidae) : a fixação dos ovos e as glândulas pleopodais
Autor Loureiro, Tainã Gonçalves
Orientador Araujo, Paula Beatriz de
Co-orientador Almerão, Maurício Pereira
Data 2011
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Curso de Ciências Biológicas: Bacharelado.
Assunto Aegla platensis
Resumo Uma das fases do cuidado parental em eglídeos se dá durante a incubação dos ovos no abdomen da fêmea, onde permanecem aderidos aos seus pleópodos. Nesta cavidade os ovos são mantidos limpos e aerados pela fêmea. Esse trabalho visou investigar a morfologia interna e externa dos pleópodos de fêmeas de Aegla platensis, a fim de esclarecer o papel desempenhado por estes apêndices na fixação dos ovos. Para tanto, foram utilizadas três técnicas de microscopia: Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV), Microscopia Eletrônica de Transmissão (MET) e Microscopia Óptica (MO). As principais estruturas envolvidas neste processo de fixação são as setas pleopodais, as quais se enrolam em torno de seu próprio eixo na região distal formando o funículo, e as glândulas pleopodais, responsáveis pela produção da substância cimentante que seria a responsável pela fixação dos ovos às setas pleopodais, na região do funículo. As glândulas pleopodais são formadas por ácinos compostos por células secretoras organizadas em torno de um duto central, dando-lhes uma aparência de roseta. Dois tipos de células secretoras foram observadas, as que produzem grânulos de secreção eletron-lúcidos e as que apresentam grânulos elétron-densos. As vesículas produzidas pelas células secretoras são liberadas em um duto que se abre através de um poro na superfície do pleópodo, liberando o material adesivo que é, provavelmente, responsável pela adesão dos ovos às setas pleopodais.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/35334
Arquivos Descrição Formato
000794759.pdf (2.658Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.