Repositório Digital

A- A A+

Etnoictiologia de pescadores em lagoas costeiras do sul do Brasil

.

Etnoictiologia de pescadores em lagoas costeiras do sul do Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Etnoictiologia de pescadores em lagoas costeiras do sul do Brasil
Autor Moraes, Aline Cunha de
Orientador Silvano, Renato Azevedo Matias
Data 2011
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Curso de Ciências Biológicas: Ênfase Ambiental: Bacharelado.
Assunto Etnoictiologia
[en] Artisanal fisheries
[en] Coastal ecosystems
[en] Coastal fish
[en] Environmental impacts
[en] Fish ecology
[en] Human ecology
Resumo A etnoictiologia é o estudo da interação entre pescadores e peixes e o conhecimento que os mesmos possuem sobre o recurso. O presente estudo tem como objetivo analisar o conhecimento ecológico local (CEL) de pescadores das lagoas costeiras do sul do Brasil, sobre mudanças no ambiente e na composição e abundância da ictiofauna. Os dados de CEL foram comparados com dados de coleta científica de peixes e de geoprocessamento. Foram estudadas 15 lagoas no litoral Norte do Rio Grande do Sul, desde Palmares do Sul (30°15'28"S 50°30'36"O) até Torres (29°20'06"S 49°43'37"O). No total, 146 pescadores artesanais foram entrevistados com o uso de questionários semiestruturados. Os pescadores foram selecionados para o estudo através do método bola de neve (indicações de outros entrevistados). Não houve correlação entre a abundância de peixes coletados e peixes citados como mais capturados na pesca pelos entrevistados, além de não se correlacionarem também peixes coletados com peixes que aumentaram ou diminuíram de abundância segundo os pescadores. Também foram correlacionadas mudanças ambientais observadas pelos entrevistados, como mais poluição e impactos de lavouras, com dados de uso e ocupação do solo como porcentagem de área antrópica no entorno das lagoas e área de agricultura no entorno. Obteve-se correlação positiva significativa apenas para impactos causados pelas lavouras X área de agricultura no entorno. Estudos ecológicos mais detalhados são necessários, uma vez que as coletas científicas podem não estar demonstrando a real abundância de peixes com importância econômica das lagoas, que devem ser considerados no manejo da pesca. Além disso, os dados de uso e cobertura do solo são muito pontuais, não demonstrando assim a alteração temporal citada pelos entrevistados.
Abstract Ethnoichthyology is the study of the interactions between fishermen and fishes, as well as the knowledge that they have about the resource. This study aims to analyze the local ecological knowledge (LEK) of fishermen regarding changes in the environment and in composition and abundance of the ichthyofauna, in coastal lagoons of the south of Brazil. Data from LEK was compared with data from experimental fish sampling and from geoprocessing. We studied 15 lagoons from the north coast of Rio Grande do Sul, from Palmares do Sul (30°15'28"S 50°30'36"O) to Torres (29°20'06"S 49°43'37"O). A total of 146 artisanal fishermen were interviewed using semi-structured questionnaires. The fishermen were selected using the snow-ball method (one interviewee indicated the next one). We did not observe correlation between the abundance of collected fishes and the fishes quoted by fishermen as being the most captured ones. We also did not observe correlation between the abundance of collected fishes and the fishes quoted by fishermen as being the ones that have their abundance increased or reduced. We also correlated environmental changes observed by the interviewees, such as increase in pollution and the effects of agriculture, with data of use and occupation of the soil, such as anthropic area, in the areas surrounding the lagoons. We found a positive correlation only between the impact caused by agriculture X surrounding areas occupied by agriculture. More detailed ecological studies are required, given that the scientific fish sampling might not demonstrate the actual abundance of commercial fishes in the lagoons, which should be considered in fisheries management. Moreover, geoprocessing data about land use and land coverage are punctual, which may not reveal the longer term temporal changes quoted by the interviewed fishermen.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/35339
Arquivos Descrição Formato
000794316.pdf (1.060Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.