Repositório Digital

A- A A+

Motivação em sala de aula : abordagens didáticas e a motivação no Ensino de Biologia

.

Motivação em sala de aula : abordagens didáticas e a motivação no Ensino de Biologia

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Motivação em sala de aula : abordagens didáticas e a motivação no Ensino de Biologia
Autor Halmenschlager, Gelson
Orientador Junqueira, Heloisa
Data 2011
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Curso de Ciências Biológicas: Licenciatura.
Assunto Motivação
Sala de aula
Resumo Dificuldades enfrentadas pelo corpo docente e pedagógico são visíveis no cotidiano escolar. Muitas e expressivas razões fazem com que os estudantes do Ensino Médio tenham uma relação fraca com a escola. Uma delas, já observada, pesquisada e divulgada, tem sido o desinteresse dos alunos pelas aulas, em especial, aulas de Biologia. Pesquisas nas áreas de metodologia do ensino e de didática das ciências apontam a necessidade de se repensar os modos de abordagem dos conteúdos escolares, proporcionando ao aluno as condições necessárias e suficientes à apropriação de diferentes estratégias de aprendizagem. O currículo escolar está recheado de assuntos que não trazem interesse aos alunos e o próprio modelo escolar brasileiro tem se revelado muito inadequado para as tendências da atualidade. Este estudo visa mostrar a ocorrência de algum padrão motivacional, expressa através dos comportamentos de estudantes do Ensino Médio, relacionada às abordagens didáticas utilizadas pelos professores-estagiários durante o período de estágio de docência. Os dados foram coletados do acervo de Relatórios Finais, produzidos por licenciandos quando da realização do Estágio de Docência em Biologia, componente curricular do Curso de Licenciatura em Ciências Biológicas desta Universidade. Deste acervo, treze relatórios foram selecionados para compor uma amostra a ser analisada. A partir de leituras sucessivas dessas produções textuais amostradas, foram levantados os dados relativos aos comportamentos dos alunos, em cada tipo de abordagem utilizada pelos estagiários. Os resultados obtidos demonstraram que os alunos, ao serem concebidos apenas como sujeitos passivos da sua aprendizagem, tendem a perder gradativamente sua motivação aos estudos. E, por outro lado, em aulas em que sua participação é incentivada e valorizada, os estudantes tendem a expressar comportamentos motivacionais e a demonstrar mais interesse nos estudos, o que se observa nos desempenhos obtidos nas aulas de Biologia. Outro padrão observado foi quanto ao conteúdo abordado. Aulas que priorizavam aspectos meramente teóricos, sem contextualização ou alguma relação com o cotidiano dos alunos, enfatizando as nomenclaturas ou classificações biológicas, obtiveram resultados negativos, ocorrendo o oposto quando os assuntos eram relacionados ao seu dia a dia. Este trabalho demonstrou que abordagens didáticas focadas nos sujeitos de aprendizagem e mediadas por conteúdos escolares contextualizados podem gerar efeitos positivos e significativos no padrão motivacional dos alunos e, portanto, na aquisição de aprendizagens.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/35342
Arquivos Descrição Formato
000794402.pdf (341.9Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.