Repositório Digital

A- A A+

A diversidade e a emergência da agricultura familiar ecológica em Canguçu (RS) : percepções, estratégias e discursos

.

A diversidade e a emergência da agricultura familiar ecológica em Canguçu (RS) : percepções, estratégias e discursos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A diversidade e a emergência da agricultura familiar ecológica em Canguçu (RS) : percepções, estratégias e discursos
Autor Cicconeto, Joana
Orientador Verdum, Roberto
Data 2011
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Rural.
Assunto Agricultura ecológica
Agricultura familiar
Canguçu (RS)
Estratégia
Sistemas de produção
Tomada de decisão
[en] Awareness
[en] Ecological family farming
[en] Transition
Resumo Este estudo visa identificar e analisar as percepções, as motivações e as estratégias dos agricultores “não convencionais” de Canguçu, Rio Grande do Sul, na condução de seus sistemas de produção “diferentes”. O município, considerado a Capital Nacional da Agricultura Familiar, conta com aproximadamente 10.000 estabelecimentos agropecuários com área média de 16ha. As características do meio favoreceram um processo de modernização da agricultura incompleto, o que significa dizer que a modernização não atingiu todos os estabelecimentos rurais da mesma forma, embora ocorram distintas razões. Esses diferentes “níveis” de modernização representam diferentes relações com o mercado e com a utilização de tecnologias, gerando dessa forma, diferentes estilos de agricultura. A abordagem dos estilos trata-se de referência analítica para a compreensão das diferentes formas de conduzir a agricultura. Contudo, as razões pelas quais os agricultores agregam-se a um estilo ou outro, conduz a olhares específicos, de como é elaborado o conhecimento, no seu processo de transição. O trabalho de campo, baseado na coleta de dados obtidos por meio de entrevistas semiestruturadas, diário de campo e observações, possibilitou identificar as distintas denominações desses agricultores. Esses dados foram organizados com auxílio do software QSR NVivo 8.0, para realizar a análise dos dados (de conteúdo). Identificou-se que a tomada de decisão do agricultor convencional ou tradicional, para outro sistema produtivo pautado no manejo “ecológico” pode ter diferentes pontos de partida, todavia também mostrar vínculos com diferentes momentos de expansão do movimento, então denominado “alternativo”. As transições podem acontecer decorrentes de necessidades impostas pelas características do meio, da percepção do aperto causado pelo aumento dos custos e da redução nos lucros, por uma incapacidade econômica ou um isolamento geográfico. Bem como, pelas influências das ações externas à propriedade, como a invenção do ecológico, que faz emergir novas oportunidades de nichos de mercado, exigindo produtos certificados. Diferentes condições geram uma variedade de situações observáveis para este estilo de agricultura ecológico. Há entre estes agricultores, uma diversidade significativa no que tange as relações sociais e sociedade-natureza, assim como nas suas trajetórias como produtores ao longo do tempo.
Abstract This study aims to identify and analyze the perceptions and motivations of unconventional farmers from Canguçu, Rio Grande do Sul, in conducting "different" production systems. The city, considered to be the Family Farm National Capital has approximately 10,000 agricultural establishments with an average area of 16 hectares. Medium characteristics favored an incomplete agricultural modernization process, which means that modernization did not reach all rural establishments in the same way, although there are distinct reasons. These different "levels" of modernization represent different relationships with the market and use of technology, thus generating different styles of agriculture. The styles farming theory is an analytical reference for understanding the different ways of conducting agriculture. Furthermore, the reasons why farmers join one style or another leads to specific perspectives to how knowledge is produced in its transition process. Field work, based on data collected through interviews, field diary and observations enabled the identification of the different denominations of these farmers. These data were organized by using QSR NVivo 8.0 software to run the data analysis, concerning their content. It was identified that the farmer's decision, whether conventional or traditional, to another system production, based on “green” management, can follow different starting points, but also can show links to different periods of movement expansion, then called "alternative". Transitions can occur due to needs imposed by the medium characteristics; the perception of tightness caused by increased costs and reduced profits; an economic inability or a geographic isolation. In addition, they can be caused by the influences of actions external to the property, as the invention of the “green” that brings out new opportunities for niche markets by requiring certified products. Different conditions produce a variety of situations observed for this “green” agriculture style. There are among these farmers a significant diversity regarding social and society-nature relationships, as well as in their trajectories as producers over time.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/35434
Arquivos Descrição Formato
000790226.pdf (2.589Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.