Repositório Digital

A- A A+

Confiabilidade das medidas cefalométricas dos incisivos inferiores na tomografia computadorizada de feixe cônico : estudo in vivo

.

Confiabilidade das medidas cefalométricas dos incisivos inferiores na tomografia computadorizada de feixe cônico : estudo in vivo

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Confiabilidade das medidas cefalométricas dos incisivos inferiores na tomografia computadorizada de feixe cônico : estudo in vivo
Autor Dubina, Denise
Orientador Berthold, Telmo Bandeira
Data 2011
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Odontologia. Curso de Especialização em Ortodontia.
Assunto Cefalometria
Ortodontia
Radiografia computadorizada
[en] Cephalometry
[en] Cone-beam computed tomography
[en] Orthodontics
Resumo O diagnóstico ortodôntico é realizado a partir do exame clínico do paciente aliado aos dados fornecidos pela documentação que buscam, entre outros achados relevantes, evidenciar o incisivo inferior em relação à base óssea, sua inclinação e posicionamento. No entanto, essa determinação é difícil de ser realizada sobre a telerradiografia de perfil convencional, devido a dificuldade em localizar os pontos utilizados, uma vez que há a sobreposição de estruturas anatômicas, distorção e aumento da imagem. A partir do ano 2000, a tomografia computadorizada de feixe cônico foi introduzida na lista de exames solicitados pelas especialidades da Odontologia, produzindo imagens livres das distorções inerentes aos exames convencionais. Além da maior riqueza de detalhes fornecida pelo exame, a possibilidade de criar imagens em 3D e do corte sagital, livre da superposição das estruturas, significou um avanço na técnica diagnóstica. A proposta deste estudo foi avaliar e comparar sete medidas cefalométricas referentes aos incisivos inferiores nos exames de telerradiografia de perfil convencional e na tomografia computadorizada de feixe cônico, comparando os resultados e evidenciando o grau de confiabilidade entre eles, utilizando para isso o programa Dolphin Imaging®. Foram utilizados dados obtidos à partir dos exames de 30 pacientes tratados no Curso de Especilização em Ortodontia da UFRGS, que se encontravam nas fases de dentição mista e permanente. Diferença estatisticamente significativa foi encontrada somente para as medidas FMIA (angular) e € 1 -­‐APog (linear), com valores significativamente maiores no exame tomográfico. Os resultados apresentam um número reduzido de valores alterados, permitindo aceitar que as telerradiografias reconstruídas à partir da TCFC podem substituir as da telerradiografia de perfil convencional e que este último exame seja o de eleição na determinação da posição e inclinação do incisivo inferior.
Abstract Orthodontic diagnosis records are made from the patient clinic exam added to data provided by documentation searching to highlight the inferior incisor related to the bone basis, its inclination and position, among other relevant findings. However, determining the measured values is hard to be made on conventional cephalograms, due to the difficulty of locating the used points, once there is overlaying of anatomic structures, distortion and increase of image. From the year 2000 on, Cone-beam computed tomography hass been introduced among the exams options solicited by Odontological specialties, with the promise of supplying images free of distortions inherent to conventional exams. Besides richer details supplied by the last, the possibility of using this image in 3D and the sagittal cut image, free of structures overlayed, meant diagnostic technical advance. This paper proposal was to evaluate and compare seven cephalometric measures related to inferior incisors in conventional cephalograms and in Cone-beam computed tomography. The Dolphin Imaging® was used to compare the results and evince levels of reliability. The data was produced from 30 patients examinations cared by the Orthodontic Specialization Course at UFRGS, who found themselves between mixed and permanent dentition. A significant statistical difference was found only to FMA measures (angular) and -­‐APog (linear), with increased significant values in the tomographic exam. The results show reduced altered values, leading not only to accept that TCFC two-dimensional may replace the side view conventional cephalograms but also that this last exam must be elected in determining the inferior incisor position and inclination.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/35582
Arquivos Descrição Formato
000795138.pdf (2.428Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.