Repositório Digital

A- A A+

Incorporação de hidroxiapatita nanoestruturada em uma resina adesiva experimental

.

Incorporação de hidroxiapatita nanoestruturada em uma resina adesiva experimental

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Incorporação de hidroxiapatita nanoestruturada em uma resina adesiva experimental
Autor Andrioli, Daniela Guerra
Orientador Samuel, Susana Maria Werner
Data 2011
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Odontologia. Curso de Odontologia.
Assunto Materiais odontologicos : Avaliacao
[en] Adhesives systems
[en] Hydroxyapatite
[en] Nanoparticles
Resumo O desenvolvimento de sistemas adesivos com características clínicas melhores vem sendo objeto de diversos estudos. A busca pelo aprimoramento das características destes materiais é alvo de interesse da comunidade científica e de empresas. As apatitas sintéticas são muito semelhantes às encontradas na composição dos tecidos mineralizados como a dentina e o esmalte, apresentando vantagens para serem incorporadas como carga inorgânica em materiais odontológicos. Objetivo: Desenvolver um adesivo odontológico com a incorporação de hidroxiapatita nanoestruturada e avaliar as propriedades do material. Materiais e Métodos: Um adesivo experimental foi formulado com 50% de Bis-GMA, 25% de TEGDMA e 25% HEMA, em peso. Para formar os grupos experimentais foram adicionados à resina base 0%; 0,5%; 1%; 2%; 5%; 10% e 20%, em peso, de hidroxiapatita nanoestruturada silanizada. A radiodensidade foi avaliada utilizando um sistema digital com placas de fósforo e analisada através do software Photoshop. O amolecimento após a imersão em solvente foi avaliado através de microdureza Knoop em um microdurômetro automático HMV-2. Foram obtidos os valores de dureza 24 horas após a fotoativação e após 4 horas de imersão em etanol absoluto. Foram utilizados os mesmos corpos de prova confeccionados para o teste de radiodensidade e foram feitas 3 endentações por corpo. O grau de conversão foi avaliado através de Espectroscopia de Infravermelho por Transformada de Fourier. O ensaio de resistência à flexão foi realizado de acordo com a ISO 4049/2009, com a exceção das dimensões dos corpos de prova que foram reduzidas. A radiodensidade e a resistência à flexão foram analisadas com ANOVA de uma via. Os valores da dureza inicial foram comparados utilizando ANOVA de uma via e teste de comparações múltiplas de Tukey. Já os valores iniciais e finais de dureza foram comparados entre cada grupo com teste t de Student pareado. Os percentuais de redução dos valores de dureza foram comparados com Kruskal- Wallis e Student-Newman-Keuls. Para todos os testes foi adotado um nível de significância de 5%. Resultados: A densidade de pixels encontrada no ensaio de radiopacidade variou de 44,04 a 53,45, não apresentando diferença estatística em relação à 1 mm de alumínio (55,09). A dureza superficial dos adesivos experimentais foi maior conforme as concentrações de hidroxiapatita nanoestruturada foram aumentadas. Após a imersão em solvente, todos os grupos tiveram diminuição nos valores de dureza. O percentual de redução foi menor a medida que as concentrações de hidroxiapatita aumentaram. Todos os grupos apresentaram percentuais de conversão superiores a 50% em 60 segundos de fotoativação. Os valores de resistência à flexão não apresentaram diferença estatisticamente significativa (p>0,05) entre os grupos e o controle (sem adição de substâncias). Conclusão: É possível desenvolver um adesivo odontológico com a incorporação de hidroxiapatita nanoestruturada, uma vez que sua incorporação (até 20%), não prejudicou as propriedades avaliadas, além de reduzir significativamente a porcentagem de redução da dureza, após imersão em solvente, do adesivo experimental, em relação ao grupo sem carga.
Abstract The development of dental adhesives with better clinic characteristics have been studied by many researches. The cientifc comunity, as some companies, have been showing their interest in this subject. The sintetic apatites are similar to the natural apatites founded in mineralized tissues as dentin and enamel, so they have advantages to be incorporated as inorganic content in odontological materials. Objective: To develop an dental adhesive with nanostructured hydroxyapatite and characterize it. Materials and Methods: An experimental adhesive was formulated using 50% of Bis-GMA, 25% of TEGDMA e 25% of HEMA, in weight. To make the experimental groups, silanized nanastructured hydroryapatite was added in concentrations of 0%; 0,5%; 1%; 2%; 5%; 10% and 20%, in weight. The radiopacity was tested using a digital system with Phosphorous plaques and analysed by the software Photoshop. The decrease in hardness after solvent imersion was measured by Knoop hardness and was evaluated by an automatic HMV-2 microdurometer. The hardness values were obtained after 24 hours of photopolymerization and 4 hours of imersion in absolute ethanol, from the same samples used in the radiopacity test. For these hardeness values, 3 indentations were made in each sample. The convertion degree was evaluated by Fourier Transformation Infrared Spectroscope. The flexural strength test was realized according to ISO 4049/2009, but the dimensions of the samples were reduced. The radiopacity and flexural strength were tested with on- way ANOVA. The hardness values was compared using ANOVA and Tukey test. The initial and final hardness values were compared among each group with t-Student test. The percentage of reduction of the hardness values was compared using Kruskal-Wallis and Student-Newman-Keuls. A 5% significant level will be considered to all the tests. Results: The pixels density found in radiopacity test ranged from 44.04 to 53.45, showing no statistical difference in relation to 1 mm of aluminum (55.09). The surface hardness of the experimental adhesives was higher as nanostructured hydroxyapatite concentrations were increased. After imersion in solvent, all groups had a decrease in hardness. The percentage of reduction was smaller as increased the concentrations of hydroxyapatite. All groups showed higher conversion percentage to 50% within 60 seconds of polymerization. The flexural strength values showed no statistically significant difference (p> 0.05) between the test groups and the control (no added substances). Conclusion: It is possible to develop dental adhesives with addition of nanostructured hydroxyapatite, as its addition didn`t reduced the properties of the matrix that were tested in this work. Besides, the addition of hydroxyapatite reduced the decrease of hardness of the expetimental adhesive after imension in a solvent, comparing to the group without nanoparticles.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/35586
Arquivos Descrição Formato
000815579.pdf (133.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.