Repositório Digital

A- A A+

Condição socioeconômica e sua relação com acúmulo de riscos a saúde bucal no curso da vida

.

Condição socioeconômica e sua relação com acúmulo de riscos a saúde bucal no curso da vida

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Condição socioeconômica e sua relação com acúmulo de riscos a saúde bucal no curso da vida
Autor Silva, Anderson Richard da
Orientador Celeste, Roger Keller
Data 2011
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Odontologia. Curso de Odontologia.
Assunto Odontologia social
[en] Life-course approach
[en] Socioeconomic inequalities
[en] Tooth loss
Resumo Objetivo: realizar uma revisão de literatura sobre os modelos epidemiológicos teóricos sobre curso de vida, acúmulo de risco socioeconômico e períodos críticos, identificando a influência da relação entre condições sociais e enfermidades nos primórdios da vida com o surgimento de enfermidades bucais futuras, inclusive na fase adulta. Resultados: Os estudos realizados com o desenho longitudinal, e que coletaram os dados da infância a idade adulta de forma prospectiva e utilizam o modelo epidemiológico de curso de vida das trajetórias socioeconômicas, são mais indicados para identificar os períodos de maior impacto na saúde oral e demonstrar as cadeias de riscos ao longo do tempo. De acordo com o modelo de período crítico, após ajuste mútuo, os níveis de educação próprios e dos pais foram independentemente associados com a saúde bucal. Houve também uma relação linear entre o número de períodos de desvantagem socioeconômica e saúde bucal, correspondente ao modelo de acumulo de riscos. Declínios graduais em saúde bucal foram evidentes entre as trajetórias sociais dos grupos alto-baixo e baixo-baixo e os riscos na idade adulta parecem ser mais importantes para os principais desfechos de saúde bucal. Conclusão: O estudo do curso de vida parece ser um paradigma útil para a compreensão das disparidades em saúde bucal. Ele revela as características especificas de cada período na vida e de seus complexos caminhos biológicos e comportamentais relacionados a alterações nas desvantagens ou vantagens socioeconômicas que estão associadas com diferentes níveis de saúde bucal na idade adulta.
Abstract Objectives: to review the literature on the theoretical epidemiological models on life course socioeconomic risk accumulation and critical periods, identifying the influence of the relationship between social conditions and illnesses in early life with the emergence of future oral diseases, including in adulthood. Studies with longitudinal design, which collected data from childhood to adulthood in a prospective manner and using the epidemiological model of life course socioeconomic trajectories are more likely to identify the periods of greatest impact on oral health and demonstrate the chain of risks over time. They showed that there is an accumulation of risks in disadvantaged socioeconomic groups in permanent birth or childhood for adulthood such groups (low-low) and that the risks in adulthood seem to be more important for the main outcomes of oral health. Results: The studies with longitudinal design, which collected data from childhood to adulthood in a prospective manner and using the epidemiological model of life course socioeconomic trajectories are more likely to identify the periods of greatest impact on oral health and demonstrate the chain of risks over time. According to the model of critical period, after mutual adjustment, education levels and parents themselves were independently associated with oral health. There was also a linear relationship between the number of periods of socioeconomic disadvantage and oral health, corresponding to the model of accumulation of risks. Gradual declines in oral health were apparent between the trajectories of social groups high-low and low-low and risks in adulthood seem to be more important for the main outcomes of oral health. Conclusion: The study of the life course seems to be a useful paradigm for understanding the disparities in oral health. He reveals the specific characteristics of each period in life and its complex biological pathways and behavioral changes related to socio-economic advantages or disadvantages that are associated with different levels of oral health in adulthood.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/35588
Arquivos Descrição Formato
000795227.pdf (639.5Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.