Repositório Digital

A- A A+

Excesso de peso, adipocinas séricas e moléculas de adesão celular em mulheres com e sem câncer de mama

.

Excesso de peso, adipocinas séricas e moléculas de adesão celular em mulheres com e sem câncer de mama

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Excesso de peso, adipocinas séricas e moléculas de adesão celular em mulheres com e sem câncer de mama
Autor Ettrich, Betina da Gama
Orientador Graudenz, Márcia Silveira
Data 2011
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Medicina: Ciências Médicas.
Assunto Adipocinas
Moléculas de adesão celular
Neoplasias da mama
Obesidade
Resumo O câncer de mama é a neoplasia mais comum entre as mulheres. Existem diversos fatores que estão associados ao desenvolvimento desta neoplasia, que tem etiologia multifatorial e pode se originar de uma combinação de fatores genéticos, hormonais e ambientais. Este estudo teve como objetivo investigar a relação entre níveis séricos de adipocinas e moléculas de adesão com fatores antropométricos e bioquímicos em mulheres com e sem câncer de mama. Participaram do estudo 47 mulheres com câncer de mama e 145 sem a neoplasia. As mulheres com câncer de mama tiveram menos filhos e amamentaram por menos tempo. Encontrou-se correlação inversa para índice de massa corporal (IMC) e circunferência da cintura (CC) com HDL-colesterol em todas as participantes. Adiponectina correlacionou-se inversamente com todas as medidas antropométricas apenas nas mulheres com câncer de mama. PAI-1 correlacionouse diretamente com CC e relação cintura-quadril nas mulheres com a neoplasia. VCAM-1 apresentou correlação inversa com IMC e CC nas mulheres sem câncer de mama, enquanto que a glicemia de jejum teve correlação direta com estas medidas. Para cada aumento de 1ng/ml de adiponectina, PAI-1 e ICAM-1 ocorre, respectivamente, aumento de 0,8%, 5,2% e 4,3% no risco de desenvolver câncer de mama. Assim, mulheres com câncer de mama apresentam níveis séricos elevados de adiponectina, PAI-1, VCAM-1 e ICAM-1, apesar de terem médias de IMC menores.
Abstract Breast cancer is the most common neoplasia among women. There are several factors that are associated with the development of this neoplasia, which has a multifactoral etiology and can arise from a combination of genetic, hormonal and environmental factors. This study aimed to investigate the relationship between serum levels of adipokines and adhesion molecules with anthropometric and biochemical factors in women with and without breast cancer. 47 women with breast cancer and 145 without neoplasia participated in the study. Women with breast cancer had fewer children and breastfed for less time. We found an inverse correlation for body mass index (BMI) and waist circumference (WC) with HDL cholesterol in all participants. Adiponectin was inversely correlated with all anthropometric measures only in women with breast cancer. PAI-1 was directly correlated with WC and WHR in women with neoplasia. VCAM-1 was inversely correlated with BMI and WC in women without breast cancer, while fasting glycemia had a direct correlation with these measures. For every 1ng/ml increase of adiponectin, PAI-1 and ICAM-1 there is, respectively, an increase of 0.8%, 5.2% and 4.3% in risk of developing breast cancer. Therefore, women with breast cancer have high serum levels of adiponectin, PAI-1, VCAM-1 and ICAM-1, despite having lower BMI mean.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/35891
Arquivos Descrição Formato
000794633.pdf (584.0Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.