Repositório Digital

A- A A+

O ácido fitânico induz dano oxidativo lipídico e proteico e reduz as defesas antioxidantes não enzimáticas em coração de ratos jovens

.

O ácido fitânico induz dano oxidativo lipídico e proteico e reduz as defesas antioxidantes não enzimáticas em coração de ratos jovens

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O ácido fitânico induz dano oxidativo lipídico e proteico e reduz as defesas antioxidantes não enzimáticas em coração de ratos jovens
Autor Grings, Mateus
Orientador Leipnitz, Guilhian
Co-orientador Tonin, Anelise Miotti
Data 2011
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Curso de Ciências Biológicas: Ênfase Molecular, Celular e Funcional: Bacharelado.
Assunto Ácido fitânico
Doença de Refsum
Resumo Objetivos: Considerando que a fisiopatologia da cardiomiopatia encontrada em portadores da doença de Refsum é pouco conhecida, o presente trabalho investigou os efeitos in vitro do ácido fitânico (Fit), metabólito acumulado na doença de Refsum, sobre importantes parâmetros de estresse oxidativo em coração de ratos jovens. Métodos: Foram determinados os efeitos do Fit sobre a medida de substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico (TBA-RS; peroxidação lipídica), formação de grupamentos carbonila e oxidação de grupamentos sulfidrila (dano proteico), concentrações de glutationa reduzida (GSH; defesa antioxidante não enzimática) e oxidação da diclorofluorescina (DCFH; geração de espécies reativas). Resultados: Os resultados mostram que o Fit aumentou significativamente os níveis de TBA-RS, indicando que esse ácido graxo induz lipoperoxidação. O Fit também induziu dano oxidativo proteico (aumento na formação de grupamentos carbonila). Além disso, foi verificado que o Fit diminuiu os níveis de GSH. O aumento nos níveis de TBA-RS e a diminuição de GSH causado pelo Fit foram prevenidos pela adição de melatonina e trolox, indicando o envolvimento de espécies reativas nesses efeitos. Finalmente, o Fit aumentou a oxidação do DCFH, reforçando os achados de que esse ácido graxo induz a produção de espécies reativas. Importância: Pode ser presumido que o estresse oxidativo induzido pelo Fit em coração pode contribuir, ao menos em parte, para a fisiopatologia da cardiomiopatia apresentada pelos pacientes acometidos pela doença de Refsum.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/35894
Arquivos Descrição Formato
000816055.pdf (548.5Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.