Repositório Digital

A- A A+

Características das gestantes atendidas em consulta de enfermagem ambulatorial de pré-natal : comparação de quatro décadas

.

Características das gestantes atendidas em consulta de enfermagem ambulatorial de pré-natal : comparação de quatro décadas

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Características das gestantes atendidas em consulta de enfermagem ambulatorial de pré-natal : comparação de quatro décadas
Autor Marques, Ana Gabriela Batista
Orientador Heldt, Elizeth Paz da Silva
Data 2011
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem. Curso de Enfermagem.
Assunto Consulta de enfermagem : Gestantes
Cuidado pré-natal
Enfermagem obstétrica
Resumo O cuidado de enfermagem no pré-natal tem sido desenvolvido por enfermeiras obstétricas há quatro décadas no ambulatório do Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA) através da consulta de enfermagem e, no transcorrer dos anos, ocorreram diversas modificações nas políticas públicas de assistência ao pré-natal. O presente trabalho tem por objetivo identificar as características sociodemográficas e obstétricas das gestantes atendidas em consulta de enfermagem ambulatorial no pré-natal e compará-las ao longo de quatro décadas. A amostra foi constituída por informações obtidas das fichas de gestantes atendidas no ambulatório do HCPA por enfermeiras obstetras no período de 1972 a 2009. As fichas foram separadas por décadas e sorteadas aleatoriamente. As variáveis comparadas foram: idade, gestações prévias, tipo de gestação, número de consultas pré-natal e de exames. Um total de 1245 fichas foi analisado: 208(16,7%) da década de 1970, 323(25,9%) da década de 1980, 329(26,4%) da década de 1990 e 385(30,0%) na década de 2000. A média de idade das gestantes foi de 25,80±6,29 anos, sem diferença significativa entre as décadas. Encontrou-se diferença significativa entre as décadas anteriores e a de 2000, em relação ao número maior de gestações (p<0,001) e de consultas de enfermagem (década de 70= 2,63±1,52 vs década de 2000= 4,04±2,29; p<0,001). Considerando às gestações de alto risco, também ocorreu um aumento significativo na década de 1970 (n= 43 - 20,7%) e na década de 2000 (n= 203 - 52,7%), bem como na média de ecografias realizadas durante o pré-natal (p<0,001). Considerando os resultados deste estudo, é possível verificar que as características das gestantes atendidas em consulta de enfermagem no pré-natal modificaram-se ao longo do tempo, assim como, o atendimento realizado por enfermeira obstétrica em consulta ambulatorial, mantendo-se vinculado às demandas das usuárias e às determinações legais.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/35947
Arquivos Descrição Formato
000816018.pdf (721.5Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.