Repositório Digital

A- A A+

Relação entre floresta nativa e dados geomorfométricos, no Planalto Meridional - RS

.

Relação entre floresta nativa e dados geomorfométricos, no Planalto Meridional - RS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Relação entre floresta nativa e dados geomorfométricos, no Planalto Meridional - RS
Outro título Relation between native forest and geomorphometric data in the Planalto Meridional – RS
Autor Diedrich, Vianei Luís
Orientador Saldanha, Dejanira Luderitz
Co-orientador Kuplich, Tatiana Mora
Data 2011
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Centro Estadual de Pesquisas em Sensoriamento Remoto e Meteorologia. Programa de Pós-Graduação em Sensoriamento Remoto.
Assunto Geologia ambiental
Sensoriamento remoto
Vegetação
[en] Geomorphometric variables
[en] Potential map
[en] Remote sensing
[en] Vegetation
Resumo A conservação das florestas é importante para a manutenção de grande parte da biodiversidade natural, tanto da flora como da fauna. No Sul do Brasil, como integrante do bioma Mata Atlântica, destaca-se a Floresta Ombrófila Mista, que ocorre na Região dos Campos de Cima da Serra, no Planalto Meridional. Essa Região, juntamente com os Campos de Altitude, vem sofrendo com ações antrópicas, em decorrência da contínua e rápida substituição, descaracterização e fragmentação dos seus diferentes ambientes naturais, sendo classificada como de extrema relevância ecológica, enquadrada como área prioritária de conservação ambiental. Neste sentido, estudos de condicionantes ambientais podem auxiliar na compreensão da dinâmica de ocupação dessas florestas, gerando subsídios às ações de planejamento e gestão ambiental. O presente estudo objetivou o mapeamento temático das áreas ocupadas pela Floresta Ombrófila Mista em dois períodos distintos. Posteriormente, foi investigado o padrão de ocupação dessa floresta com base em variáveis geomorfométricas, extraídas de dados SRTM (Shuttle Radar Topographic Mission). Os fatores definidos como condicionantes à ocupação florestal foram empregados para a elaboração de um mapa potencial, gerando assim um indicativo de regiões favoráveis à composição dessa formação vegetal, especialmente sobre as áreas de campo. Os resultados indicaram uma boa precisão quanto ao mapeamento temático da floresta nativa que, em 2010, ocupava um percentual de 27,68% do total da área de estudo (9.004,38 km²). Considerando a análise temporal quantitativa dessa vegetação, houve pouca alteração em termos de área total. Pela análise da relação com as variáveis geomorfométricas, a declividade e a hidrografia foram consideradas como fatores potenciais à ocupação da floresta. O mapa potencial gerado apresentou boa acurácia, em comparação com o mapa temático de 2010. As áreas indicadas como muito alto potencial à ocupação florestal nativa demonstraram a possibilidade de conectividade entre as bacias hidrográficas Taquari-Antas e Apuaê-Inhandava, através das sub-bacias do rio dos Touros e do rio Cerquinha, ambas localizadas na porção norte da área de estudo, na Região Nordeste do RS.
Abstract Forest conservation is an important factor for the maintenance of huge part of natural biodiversity for both flora and fauna. In southern Brazil, as an integrant of the Atlantic forest Biome, stands out the Mixed Ombrophilous Forest that occurs in Campos de Cima da Serra region, in the Planalto Meridional. This region along with Campos de Altitude is experiencing the human actions in result of the fast and continuous replacement, non-characterization and fragmentation of its different natural environments and it’s being classified as of extreme ecological relevance, framed into priority area of environmental conservation. In this circumstance, studies of the environmental determinants may help to comprehend the occupation dynamics of the forest, creating subsidies to planning and environmental management actions. The present study had as its aim the thematic mapping of the areas occupied by the Mixed Ombrophilous Forest into two distinct periods. Posteriorly was investigated the pattern of occupation of this forest based on geomorphometric variables derived from SRTM (Shuttle Radar Topographic Mission). The potential factors defined as determinants to the forest occupation were used to the elaboration of a potential map generating an indicative of favorable regions to their vegetation types composition, especially on grassland areas. The results indicated a good precision with regard to the thematic mapping of the native forest that in 2010 occupied a percentage of 27,68% of the total study area (9.004,38 km²). Considering the quantitative temporal analysis of this vegetation there was little change in terms of total area. By the analysis of the relation with geomorphometric variables, the slope and hydrography were considered as potential factors to the forest occupation. The potential map created presents good accuracy, comparing with the thematic map of 2010. The indicated areas with very high potential to the native forest occupation demonstrates the possibility of connectivity between the Taquari-Antas and Apuaê-Inhandava watersheds, through the Touros and Cerquinha rivers sub-basins, both localized in northern part of the study area, in the northeast region of RS.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/36049
Arquivos Descrição Formato
000816497.pdf (23.11Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.