Repositório Digital

A- A A+

Processo identitário e engajamento : um estudo a partir do movimento de saúde do trabalhador no Rio Grande do Sul

.

Processo identitário e engajamento : um estudo a partir do movimento de saúde do trabalhador no Rio Grande do Sul

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Processo identitário e engajamento : um estudo a partir do movimento de saúde do trabalhador no Rio Grande do Sul
Autor Naujorks, Carlos José
Orientador Silva, Marcelo Kunrath
Data 2011
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Sociologia.
Assunto Engajamento político
Identidade
Militante político
Movimentos sociais
Rio Grande do Sul
Saúde do trabalhador
Sociologia da saúde
Sociologia do trabalho
Resumo Esta tese apresenta uma discussão sobre os processos de produção da identidade militante e sua relação com o engajamento, tendo como referente empírico o engajamento de pessoas vinculadas ao movimento de saúde do trabalhador no Rio Grande do Sul. Parte-se de uma compreensão de que a identidade constitui um processo de produção do reconhecimento que o sujeito elabora sobre si e os outros, individual e coletivamente. No âmbito individual, esse processo envolve três dimensões identitárias: a dimensão pessoal, a dimensão social e a dimensão coletiva da identidade. Alinhando-se ao movimento atual presente no campo das teorias da identidade que problematizam a relação entre essas diferentes dimensões identitárias, o presente trabalho argumenta que a produção da identidade militante acontece a partir de um processo de correspondência identitária entre as dimensões pessoal, social e coletiva da identidade individual. Essa produção da identidade militante acontece a partir de um processo de alinhamento e convergência dos referentes identitários presentes em cada dimensão identitária. Em relação ao engajamento no campo da saúde do trabalhador, argumenta-se que o marco interpretativo da saúde do trabalhador disponibiliza referentes identitários que se tornam convergentes aos referentes que vinculam elementos de compromisso, participação e engajamento presentes nas dimensões pessoal, social e coletiva da identidade individual. Alinhamento e convergência dos referentes identitários permitem a produção da correspondência identitária e da formação da identidade militante. Essa tese pretende ser uma contribuição às teorias da identidade, na medida em que explora os processos de correspondência identitária como um mecanismo central dos processos identitários. Pretende, também, ser uma contribuição às teorias dos movimentos sociais, na medida em que propõe que processos de engajamento podem estar relacionados às diferentes configurações da identidade militante individual.
Abstract This thesis presents a discussion about the process of militant identity recognition and its relation with engagement, having as empirical reference the engagement of people connected to workers’ health movement in Rio Grande do Sul. It starts from a comprehension that identity is a process of recognition the subject produces about himself and others, individually and collectively. This process involves three dimensions of identity at the individual level: Personal, social and the collective dimension of identity. Lining up to the current movement on the field of identity theories that discuss the relationship between these different dimensions of identity, this paper defends that the recognition of militant identity happens since an identity matching process among the personal, social and collective dimensions of the individual identity. This process of recognition comes from a process of alignment and convergence of identity references in each identity dimension. With relation to the engagement in the field of occupational health, we defend that the interpretive framework of worker’s health makes available identity references which become convergent to the references that link element of commitment, participation and engagement found in the personal, social and collective dimension of the individual identity. Alignment and convergence of the identity references allow the production of identity and the recognition of militant identity. This thesis is a contribution to theories of identity, as it explores the process of matching identity as a central mechanism of identity processes. It also intends to be a contribution to theories of social movements, in the way it proposes that engagement processes can be related to different configurations of individual militant identity recognition.
Résumé Cette thèse présente une discussion sur les processus de reconnaissance identitaire militante et de sa relation à l'engagement, en ayant une référence empirique, des personnes liées au mouvement à la santé des travailleurs dans l`État du Rio Grande do Sul. On part de la compréhension que l'identité constitue un développement de production de la reconnaissance qui le sujet élabore, individuellement et collectivement, sur lui-même et les autres. Au niveau individuel, ce processus comporte trois dimensions identitaires: la dimension personnelle, la dimension sociale et la dimension collective de l'identité. En s`alignant au mouvement présent au terrain des théories d'identité, qui font problème à la relation entre ces différentes dimensions identitaires, ce travail propose l`argument dont cette reconnaissance identitaire militante a lieu à partir d`un processus de correspondance identitaire entre les dimensions personnelles, sociales et collectives de l'identité individuelle. Ce processus de reconnaissance provient d'un processus d'alignement et de convergence des référents identitaires dans chaque dimension, aussi identitaires. En ce qui concerne à l'engagement dans le domaine de la santé des travailleurs, justifie le point interprétatif de leur santé, rend accessible des référents identitaires qui deviennent convergents aux référents liés aux éléments de l`engagement et de la participation présents dans des dimensions personnelles, sociales et collectives de l`identité individuelle. L`alignement et la convergence des référents identitaires permettent la production de la correspondance identitaire et la reconnaissance identitaire militante. Cette thèse prétend donner une contribution aux théories de l'identité, à la mesure qu`elle explore le processus de rapprochement identitaire tel que le mécanisme central des processus identitaires. Elle a, également, l'intention d'être une contribution aux théories des mouvements sociaux, en proposant qui les processus de participation peuvent être liés à des différentes configurations de reconnaissance identitaire militante individuelle.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/36057
Arquivos Descrição Formato
000816300.pdf (1.526Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.