Repositório Digital

A- A A+

Saberes, plantas e caldas : a rede sociotécnica de produção agrícola de base ecológica no sul do Rio Grande do Sul

.

Saberes, plantas e caldas : a rede sociotécnica de produção agrícola de base ecológica no sul do Rio Grande do Sul

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Saberes, plantas e caldas : a rede sociotécnica de produção agrícola de base ecológica no sul do Rio Grande do Sul
Autor Pinheiro, Patrícia dos Santos
Orientador Almeida, Jalcione Pereira de
Data 2010
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Rural.
Assunto Agricultura familiar
Agroecologia
Desenvolvimento rural
Etnografia
Produção agrícola
Rio Grande do Sul, Sul
[en] Ecological-basis agriculture
[en] Familiar farmers
[en] Sociotechnical net
Resumo A agricultura orgânica, natural ou ecológica, entre outras (neste texto reunidas sob o termo “agricultura de base ecológica”) envolve agricultores, instituições de pesquisa e desenvolvimento, consumidores e mediadores sociotécnicos. Mas além desses atores humanos, também são mobilizadas técnicas de produção, produtos inovadores, plantas, o solo, a água, entre outros. Neste processo assumem importância produtos preventivos de doenças das plantas, como os homeopáticos, o “Curamor”, o “Curapest” e o “Xispatudo”; os agroquímicos – mesmo quando não mais são usados – e plantas como o butiá, o araçá, o ananás e o pinheiro brasileiro, etc. Tais objetos que emergem são entendidos como relevantes atores por possuírem capacidade de agência, isto é, mobilizam e modificam sentidos estabelecidos entre os envolvidos. Com o foco na importância dos objetos e no seu trabalho de mediação, este trabalho busca realizar uma reflexão sobre as diferentes associações que englobam seres humanos, entidades e objetos, formando uma rede de produção de base ecológica localizada no extremo sul do Brasil, principalmente nos municípios de São Lourenço do Sul, Pelotas e Canguçu, no Rio Grande do Sul. Desta maneira, busca-se analisar, a partir de pesquisa etnográfica, como os diversos atores, em contexto de ação, mantêm uma série de vínculos, fluxos de conhecimento e de práticas em torno da produção, de acordo com a concepção do que seja mais legítimo e necessário no momento. É utilizado o referencial teórico da Teoria do Ator-Rede, que possibilita a análise de como são mantidas as interações entre os coletivos de humanos e de não humanos, com o entendimento das especificidades construídas a partir dessas complexas relações.
Abstract Organic, natural or ecological agriculture, among others (in this text congregated under the term “ecological-basis agriculture”) involves farmers, research institutions, consumers and socio-technical mediators. But beyond these human actors, also techniques of production, innovative products, the water, the soil, and others. In this process, to be assume importance preventive products of “diseases” of plants, such as homeopathic, the “Curamor”, the “Xispatudo” and “Curapest”, agrochemicals, even when they are no longer used, and plants such as butia, guava, ananás and brazilian pine, among others. Such objects that emerge will be understood as relevant actors, or actants, having capacity for agency, that is, mobilize and modify directions established between humans. With the focus in the importance of objects and their mediation work, this work seeks to reflect on the different associations in this net which includes humans, entities and objects formed a production net of ecological-basis agriculture in southern Brazil, mainly the municipalities of São Lourenço do Sul, Canguçu and Pelotas in Rio Grande do Sul. In this way, one seeks to analyze, from ethnographic methods, how the various actors in action context, maintains a series of links, flows of knowledge and practices around the production, according to the conception that is more legitimate and necessary for the moment. Will use the theoretical reference of Actor-Network Theory, that makes possible the analysis of as the interactions between the collective ones of human beings and not human are kept, with the agreement of the specificity constructed from these complex relationships.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/36128
Arquivos Descrição Formato
000817290.pdf (9.877Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.