Repositório Digital

A- A A+

Transição agroecológica em Rondônia : a Associação dos Produtores Alternativos de Ouro Preto do Oeste

.

Transição agroecológica em Rondônia : a Associação dos Produtores Alternativos de Ouro Preto do Oeste

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Transição agroecológica em Rondônia : a Associação dos Produtores Alternativos de Ouro Preto do Oeste
Autor Quoos, Rodrigo Diego
Orientador Dal Soglio, Fabio Kessler
Data 2010
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Rural.
Assunto Agricultura familiar
Agroecologia
Associativismo
Desenvolvimento rural
Ouro Preto do Oeste (RO)
Produtor rural
Rondônia
Sistemas de produção
[en] Actor-oriented perspective
[en] Agroecology
[en] APA
[en] Rondônia
Resumo A colonização da fronteira agrícola amazônica no estado de Rondônia foi acelerada nas décadas de 1960 e 1970. Este movimento favoreceu a consolidação da modernização da agricultura, processo pelo qual passava o sul e o sudeste do país. A agricultura praticada por milhares de migrantes, consistiu em derrubar e queimar a floresta que existia, deixando a região com um grande passivo ambiental em decorrência das práticas predatórias. Os movimentos sociais rurais juntamente com o apoio da igreja católica inseriram nas comunidades o debate da diversificação produtiva como alternativa ao sistema de monocultivos que se implantava na região. Com este cenário foi criada a Associação dos Produtores Alternativos em Ouro Preto do Oeste, que teve um trabalho diferenciado para a promoção da agricultura familiar e ecológica dentro do estado, vindo a encerrar as atividades em 2007. Utilizando-se do arcabouço teórico-metodológico da Perspectiva Orientada aos Atores este trabalho apresenta a problemática da agricultura na região amazônica numa perspectiva de construção da transição agroecológica para o estado de Rondônia. Procurou-se resgatar a dinâmica de colonização da região central do estado de Rondônia e o histórico de ação da APA, identificando as mudanças nas práticas e sistemas de produção dos modelos de agricultura, construindo uma análise para as políticas públicas de desenvolvimento rural socioambiental em voga. Para isso fez-se uso de técnicas de coletas de dados com entrevistas semi-estruturadas, da observação livre e do diário de campo. A análise dos dados coletados apontou para a consolidação de uma agricultura ecológica na região, sobretudo aquela encontrada no campesinato que tem por principal característica a resistência aos Impérios Alimentares. Conclui-se também que políticas públicas como o PAA, PRONAF, PAIS e PROAMBIENTE, agem de maneira diferenciada a partir da tomada de consciência e disputa pelo poder dos atores.
Abstract The colonization of the agricultural frontier in the Amazonian state of Rondônia was accelerated in the years 1960s and 1970s. This movement encouraged the consolidation of the modernization of agriculture, a process observed in south and southeast of Brazil. The agriculture practiced by thousands of migrants, consisted of cutting down and burning the forest that existed, leaving the region with a large environmental passive as a result of predation practices. The rural social movements along with the support of the Catholic Church inserted in the communities debate diversification of production as an alternative to the system of monocultures, which was implanted in the region. Under this scenario was created the Association of Alternative Producers in Ouro Preto do Oeste, who had a unique work to promote family farming and ecological within the state, that has been shut down in 2007. Using the theoretical and methodological Actor Oriented Perspective this paper presents the problems of agriculture in the Amazon region with a view to building the agroecological transition to the state of Rondônia. We tried to rescue the dynamics of colonization of the central region of Rondônia State and the history of action of APA, identifing changes in agricultural practices and production systems in models of agriculture, building an analysis for public policy environmental development in vogue. For this was made use of techniques data collection with semi-structured interviews, free observation, and the field notes. The analysis of the collected data pointed to the consolidation of ecological agriculture in the region especially that found in the peasantry whose main characteristic is this resistance to empires Food. It also appears that public policies such as PAA, PRONAF, PAIS and PROAMBIENTE, act differently from the awareness and power struggles of the actors.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/36383
Arquivos Descrição Formato
000817098.pdf (2.777Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.