Repositório Digital

A- A A+

Relações afetivas pra que te quero?

.

Relações afetivas pra que te quero?

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Relações afetivas pra que te quero?
Autor Simões, Cristiane da Silva
Orientador Kaercher, Gládis Elise Pereira da Silva
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Curso de Pedagogia: Ensino a Distância: Licenciatura.
Assunto Afetividade
Educação infantil
[en] Ability
[en] Affectivity
[en] Childhood education
Resumo O presente trabalho tem como tema central as relações afetivas no âmbito da sala de aula da Educação Infantil. Investiga as causas das dificuldades de relacionamento e de atitudes agressivas entre alunos de quatro e cinco anos e a forma adequada de intervenção da professora. Para alcançar esse objetivo, foi realizado estudo de caso, através do uso de diário de campo e pesquisas bibliográficas, usando como referencial teórico, principalmente, Piaget, Vygotski, Morin, Restrepo e Chalita. A pesquisa apoiou-se nas observações e intervenções realizadas numa turma de pré-escola, de uma escola pública estadual na cidade de Taquara/RS. A partir dos dados coletados e das leituras realizadas observou-se que entre as causas das dificuldades de relacionamento e agressividade existente especificamente nesta turma, estão a características de tal faixa etária e o reflexo das relações pessoais construídas anteriormente. Também foi observado o papel fundamental exercido pela professora na construção das habilidades emocionais e sociais, que depois de desenvolvidas irão auxiliar na habilidade cognitiva.
Abstract This paper has as its core theme affective relations in the realm of Childhood Education classrooms. It aims to investigate the causes of relationship difficulties and of aggressiveness among students aged four and five and the appropriate form of intervention provided by the teachers. To reach this objective, a case study was performed, through the use of a field diary and References research, and using as theoretical referentials mainly Piaget, Vygotski, Morin, Restrepo, and Chalita. This research was supported by observations and interventions in one kindergarten class from a state public school in the town of Taquara, state of Rio Grande do Sul, Brazil. Stemming from the gathered data and from the readings made, we observed that some of the relationship difficulties and the aggressiveness existing specifically in such classroom originated from characteristics of the students´ age and were a reflex of personal relations previously established by them. Besides, we could observe the fundamental role played by a teacher in building students´ emotional and social abilities, which after being developed will aid in their cognitive ability.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/36526
Arquivos Descrição Formato
000818233.pdf (266.2Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.