Repositório Digital

A- A A+

Contribuição do modelo de organização de Karl Weick para a compreensão teórica do processo de entendimento compartilhado entre usuários e desenvolvedores sobre as demandas de desenvolvimento de sistemas de informação

.

Contribuição do modelo de organização de Karl Weick para a compreensão teórica do processo de entendimento compartilhado entre usuários e desenvolvedores sobre as demandas de desenvolvimento de sistemas de informação

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Contribuição do modelo de organização de Karl Weick para a compreensão teórica do processo de entendimento compartilhado entre usuários e desenvolvedores sobre as demandas de desenvolvimento de sistemas de informação
Autor Malanovicz, Aline Vieira
Orientador Brodbeck, Angela Freitag
Data 2011
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Programa de Pós-Graduação em Administração.
Assunto Desenvolvimento de sistemas
Sistemas de informação
Weick, Karl Modelo de organização
[en] Communication user-developer
[en] Information systems
[en] Information systems development
[en] Shared understanding about demands
[en] Weick`s model of organizing as a process
Resumo Esta pesquisa tem como objetivo principal investigar a possível contribuição do modelo de organização de Karl Weick (1973) para a compreensão teórica do processo de entendimento compartilhado entre usuários e desenvolvedores sobre as demandas de desenvolvimento de sistemas de informação. A pesquisa se justifica pela atualidade do tema e pela relevância da abordagem. Embora existam muitas pesquisas sobre o tema, o problema de comunicação (misunderstanding) sobre as demandas permanece atual nas empresas. Além disso, as pesquisas existentes adotam abordagens preponderantemente pragmáticas e deixam uma lacuna em relação à adoção de abordagens mais compreensivas. Dentre as teorias adotadas nos estudos organizacionais, o modelo de organização como processo, de Karl Weick (1973), pareceu oferecer potencial explicativo para processos dinâmicos como o entendimento compartilhado sobre as demandas. Esse modelo foi adotado como base conceitual do trabalho, sendo estendido na forma de proposições que expressam sua possível aplicação ao objeto de pesquisa. Essa aplicação foi investigada com uso do método Estudo de Caso único em profundidade com múltiplas fontes de coleta de dados (entrevistas individuais, observação participante e consulta documental) e múltiplas unidades de análise (dez projetos de desenvolvimento ou alteração de sistemas de informação). Os resultados da pesquisa foram provenientes da técnica de Análise de Conteúdo, utilizada para a descrição analítica de cada projeto, a identificação de indícios dos conceitos do modelo teórico e a geração de categorias dos dados empíricos. Esse processo de análise permitiu a verificação da plausibilidade de cada proposição. Com base nessa análise, a consolidação feita por comparação e agrupamento dos projetos, por verificação das transições entre os elementos, e pela identificação de divergências entre o modelo teórico e os dados empíricos permitiu a investigação e o desenvolvimento de uma possível contribuição do modelo de Weick (1973) como alternativa para a compreensão teórica do objeto de pesquisa. Esse resultado também permitiu identificar outras diferentes perspectivas para novas pesquisas baseadas na abordagem adotada (como a perspectiva de serviços, de sensemaking e a de subculturas organizacionais), o que pode configurar uma contribuição acadêmica inovadora e relevante.
Abstract The present study aims to investigate the potential contribution of Weick’s organizing model (1973) to theoretical comprehension of the shared understanding process between users and developers about demands of information systems. The relevance of this issue rises from the existence of many other investigations about it and the remaining of the misunderstanding problem about demands in practice. A great deal of papers has approached this issue pragmatically, showing an opportunity to researches which adopt comprehensive approaches. One of the most studied organizational theories, namely Weick’s organizing model (1973), potentially offer an alternative point of view to this dynamic process and was adopted as the conceptual basis of this investigation. An extension or application of the model to the research object was developed in form of research propositions. An in-depth case-study was developed with multiple data sources (individual interviews, participant observation and documents consulting) and multiple analysis units (ten information systems development projects). Content Analysis techniques offered the results, including analytical descriptions of each project, identification of clues of model concepts and generation of categories from empirical data. This analytical process allows verifying plausibility of each theoretical proposition. A consolidation was done by comparing projects, verifying transitions among elements, identifying divergences between conceptual model and empirical data. This entire process made possible an investigation and the development of a potential contribution of Weick’s organizing model as an alternative mode for theoretical comprehension of this research object. These results also allow identifying other alternative perspectives for new investigations based on this approach (for example, perspectives of services, sensemaking and organizational subcultures), which can be seen as innovative and relevant academic contributions.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/36529
Arquivos Descrição Formato
000818277.pdf (2.504Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.