Repositório Digital

A- A A+

Adaptação de bebês à escola de educação infantil : implicações na separação entre mãe e bebê

.

Adaptação de bebês à escola de educação infantil : implicações na separação entre mãe e bebê

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Adaptação de bebês à escola de educação infantil : implicações na separação entre mãe e bebê
Autor Wulff, Fernanda
Orientador Kaercher, Gládis Elise Pereira da Silva
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Curso de Pedagogia: Ensino a Distância: Licenciatura.
Assunto Educação infantil
Relação cuidador-bebê
Relação mãe-bebê
Resumo O presente trabalho tem como tema central a adaptação de bebês na Educação Infantil. Busca entender aspectos relevantes do processo de separação entre a mãe e o bebê e o processo de adaptação à Educação Infantil. Para elucidar essas questões buscou-se referencial teórico principalmente em Mahler, Rapoport, Rossetti-Ferreira & Vitória, entre outros. Os principais objetivos da pesquisa foram compreender a importância do período de adaptação e como este é sentido e vivenciado na díade mãe-bebê. A pesquisa caracteriza-se como básica, apoiou-se em observações livres, conversas formais com as mães dos alunos e na prática pedagógica da pesquisadora desenvolvida em uma turma de Berçário, com crianças entre seis meses e um ano e meio de idade, em uma escola de educação infantil no município de Estância Velha/RS. A partir dos dados empíricos observou-se primeiramente que a adaptação de bebês é um processo complexo, gradual e altamente estressante, pois implica mudanças na vida e rotina de todos os envolvidos e o sucesso deste período depende do estabelecimento de vínculos afetivos entre bebê, pais e educadoras. A forma como o período de adaptação é sentido e vivenciado pelas pessoas envolvidas influencia e também é influenciada pelas reações demonstradas pelas crianças. Cada criança é única e possui suas individualidades, por isso o processo de adaptação é um desafio constante, pois cada criança demonstra suas características e necessidades de modos variados e são essas manifestações que norteiam esse processo e direcionam a prática pedagógica da educadora.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/36687
Arquivos Descrição Formato
000818348.pdf (438.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.