Repositório Digital

A- A A+

Desenvolvimento de metodologia para avaliação da degradação enzimática do amido do suco de maçã

.

Desenvolvimento de metodologia para avaliação da degradação enzimática do amido do suco de maçã

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Desenvolvimento de metodologia para avaliação da degradação enzimática do amido do suco de maçã
Autor Agostini, Gabriel
Orientador Cassini, Aline Schilling
Co-orientador Kechinski, Carolina Pereira
Data 2011
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Curso de Engenharia Química.
Assunto Engenharia química
Resumo A maçã é um dos frutos mais consumidos no Brasil e apresenta alto valor nutricional. Esses frutos, quando ainda verdes, possuem grande quantidade de amido que, durante a fase de maturação, tende a ser convertido em açúcares. A fruta pode ser consumida tanto in natura, como polpa, suco, e outros derivados. Devido ao seu baixo custo e a seu alto valor nutricional, geralmente, o suco de maçã é adicionado a outros sucos para agregar nutrientes. Entretanto, há algumas vezes a necessidade de colher a maçã antes de sua completa maturação, acarretando, assim, um excesso de amido no suco, que é insolúvel, causando um aumento de turbidez no mesmo e tornando o processo mais demorado e caro. O processo do suco mais turvo necessita de maiores filtrações, aumentando, desta forma, a perda de algumas de suas propriedades nutricionais. A maçã possui outro composto que é responsável pela formação de um suco mais encorpado, a pectina. Esse composto forma um gel junto com o amido, que dificulta a ação de qualquer enzima para degradação deste. Por causa disso faz-se a adição da pectinase, enzima responsável por romper as ligações entre a pectina e o amido e, em seguida, adiciona-se as enzimas que quebram o amido em compostos menores e solúveis. Essas enzimas são uma alternativa para a indústria poder utilizar as maçãs antes da sua completa maturação, pois como são adicionadas em pequenas quantidades e só durante o período de janeiro e fevereiro, o custo não é muito significativo, fazendo assim com que se diminua a necessidade de muitas filtrações e preservando, assim, as propriedades nutricionais do suco. O objetivo desse trabalho é desenvolver uma metodologia para avaliar a degradação enzimática do amido do suco de maçã. Para tanto a metodologia adotada para esse procedimento tentou seguir as etapas do processamento industrial do suco de maçã; foram realizadas análises dos teores de açúcares (glicose e frutose), por HPLC (High Performance Liquid Chromatography), e amido pelo método da descoloração do iodo (espectrofotometria). Os resultados obtidos para essa metodologia apresentou excelentes resultados tanto na confecção do suco como nas análises realizadas. Os resultados mostraram que a enzima com uma maior concentração tem uma velocidade de degradação do amido superior, mesmo adicionada em menor quantidade, fazendo com o processo seja muito mais rápido para indústria diminuindo o tempo de espera para a realização das demais etapas.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/36903
Arquivos Descrição Formato
000793025.pdf (799.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.