Repositório Digital

A- A A+

Biocombustíveis: análise de viabilidade econômica da implantação de microdestilarias de etanol no Rio Grande do Sul

.

Biocombustíveis: análise de viabilidade econômica da implantação de microdestilarias de etanol no Rio Grande do Sul

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Biocombustíveis: análise de viabilidade econômica da implantação de microdestilarias de etanol no Rio Grande do Sul
Autor Canova, Manoela Dutra
Orientador Trierweiler, Jorge Otávio
Trierweiler, Luciane Ferreira
Data 2011
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Curso de Engenharia Química.
Assunto Engenharia química
Resumo De acordo com o novo modelo de matriz bioenergética, desde que se implantou a crise mundial de energia, o Brasil é um país que reúne diversas condições favoráveis ao desenvolvimento de ações voltadas para bioenergia. Essa vocação, pioneira no país, pode ser mais bem aproveitada se levarmos em conta que a nossa matriz de bioenergia tem de ser diversificada, pois as condições brasileiras permitem possibilidades bastante variadas de matérias-primas, uma vez que as condições de clima, solo, altitude e fotoperíodo são muito variadas em todo o Brasil. A busca por novas fontes de matérias-primas para produção de etanol deve ser realizada dentro de um cenário que envolve três vetores fundamentais. O primeiro a ser considerado é o tipo da cultura, seu potencial energético. O segundo diz respeito ao poder de adaptação da cultura escolhida às condições de solo e clima sobre as quais ela será, de fato, utilizada no processo de produção de etanol. Nessa situação, devemos observar, principalmente, os possíveis impactos produzidos no ambiente, desde o plantio até a obtenção do produto final. Outro ponto fundamental dessa questão é a obtenção de uma alta produtividade em condições de solo de baixa a média fertilidade. O terceiro vetor a ser considerado são os resíduos produzidos, ou seja, a qualidade e quantidade desse resíduo, os impactos ambientais e/ou seu destino final. Com o objetivo de apresentar um estudo da viabilidade econômica da implantação de microdestilarias de etanol produzido através de culturas agrícolas características do Rio Grande do Sul, o presente trabalho apresenta alternativas de cenários de produção agrícola com produtividade desejável e que podem ser executados com sucesso no estado. Os cenários apresentados envolvem a combinação das culturas de cana-de-açúcar, sorgo sacarino, mandioca e batata-doce para a produção de etanol.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/36917
Arquivos Descrição Formato
000793112.pdf (2.036Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.