Repositório Digital

A- A A+

A campanha de nacionalização em Estrela - RS : impactos e memórias

.

A campanha de nacionalização em Estrela - RS : impactos e memórias

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A campanha de nacionalização em Estrela - RS : impactos e memórias
Autor Werle, Bibiana
Orientador Kerber, Alessander Mario
Data 2011
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Curso de História: Licenciatura.
Assunto Estado Novo : 1937-1945
Estrela (RS)
Identidade étnica
Identidade nacional
Memória
[en] Ethnic identity
[en] Memory
[en] National identity
Resumo O período que vai de 1937 a 1945 marcou significativamente o modo de vida de grupos étnicos no Brasil. Conhecido como Estado Novo, este momento político nacional visou, através do então Presidente da República, Getúlio Vargas, construir uma identidade nacional brasileira. Em contraposição a um período político anterior, a República Velha, que se caracterizava pelo liberalismo oligárquico e pela acentuada autonomia dos estados federais, o regime varguista pretendia unificar as partes da nação através de um governo centralizado e agente da modernização do país. A idéia de forjar uma nação una e indivisível passava pela questão da identidade nacional, que veio a se traduzir na Campanha de Nacionalização durante o Estado Novo e implicou uma forte repressão a representações regionais e étnicas no país. Focalizando uma das colônias criadas para o recebimento de imigrantes alemães no século XIX, este trabalho analisa os impactos e as memórias da Nacionalização na cidade de Estrela – RS. O estudo acerca da imposição de uma identidade nacional sobre uma identidade étnica teuto-brasileira é analisado neste trabalho através de fontes como jornal, documentos oficiais e relatos orais. No caso dos impactos que a Nacionalização causou na cidade de Estrela, a análise do jornal “O Paladino”, veiculado no município durante o período abordado no trabalho, permite observar a maneira como esses meios de comunicação serviram como instrumentos para a difusão da ideologia estadonovista, de modo que a partir de novembro de 1937 há um redimensionamento no conteúdo do jornal. A intervenção às associações culturais germânicas também pode ser observada em Estrela, através de um fonograma de intervenção a um clube ginástico da cidade. No sentido de analisar a memória existente na atualidade acerca deste processo, foram realizadas onze entrevistas com descendentes de alemães que vivenciaram situações condizentes com a repressão estadonovista, através da metodologia da história oral.
Abstract The period from 1937 to 1945 significantly marked the ethnic groups’ way of life in Brazil. Known as "Estado Novo", this national policy aimed, through the President by then, Getúlio Vargas, the making of a Brazilian national identity. In contrast to a previous political period, the “República Velha”, which was characterized by a marked oligarchic liberalism and by the autonomy of the federal states, Vargas’ regime intended to unify the parts of the nation through a centralized government, agent of modernization. The idea of forging one indivisible nation passed by the question of a national identity, which came to be translated by the nationalization campaign during the “Estado Novo” and implied a strong repression of ethnic and regional representations in the country. Focusing on one of the colonies created to settle German immigrants in the nineteenth century, this dissertation analyzes the impacts and memories of the nationalization process in the city of Estrela - RS. The study on the imposition of a national identity over a Teutonic-Brazilian ethnic identity is analyzed here through sources such as newspapers, official documents and oral narratives. In the case of the impacts caused by the nationalization in the city of Estrela, the analysis of the newspaper "O Paladino", printed in the city during the period covered in the work, allows to observe the way this media was an instrument to spread the “Estado Novo” ideology, so that since November 1937 there is a resizing of the newspaper’s content. The intervention to Germanic cultural associations can also be seen in Estrela, through a phonogram to one of the gymnastics club in the city. In order to analyze today’s existing memory about this process, there were made eleven interviews with Germans descendants who experienced the repression of the “Estado Novo”, through the oral history methodology.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/36945
Arquivos Descrição Formato
000818626.pdf (978.5Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.