Repositório Digital

A- A A+

Estudo sobre a formação da identidade nacional francesa e o uso do conceito de nacionalismo para compreensão da fase final da Guerra dos Cem Anos a partir do Journal d’un Bourgeois de Paris (1405-1449)

.

Estudo sobre a formação da identidade nacional francesa e o uso do conceito de nacionalismo para compreensão da fase final da Guerra dos Cem Anos a partir do Journal d’un Bourgeois de Paris (1405-1449)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Estudo sobre a formação da identidade nacional francesa e o uso do conceito de nacionalismo para compreensão da fase final da Guerra dos Cem Anos a partir do Journal d’un Bourgeois de Paris (1405-1449)
Autor Flores, Paula dos Santos
Orientador Almeida, Cybele Crossetti de
Data 2011
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Curso de História: Bacharelado.
Assunto Guerra dos cem anos
Nacionalismo
Partidos políticos
[en] Nationalism
[en] Political parties
[en] The hundred years war
Resumo O fenômeno do nacionalismo é um dos mais controversos na análise histórica. O tema tem sido estudado, pelo menos, desde 1860, sem jamais encontrar consenso entre os pesquisadores. Neste trabalho, nosso foco encontra-se na restrição sobre a existência do nacionalismo na Idade Média feita por vários autores. Nesse sentido, faremos uma breve exposição e síntese de algumas obras sobre o tema. A análise sobre a conceitualização e sua aplicação para o período tardo-medieval surge na investigação sobre a obra Journal d’un Bourgeois de Paris. Esta, escrita entre 1405 e 1449, contempla a parte final da Guerra dos Cem Anos e nos remete a questões sobre o pertencimento e a xenofobia, sugerindo traços de manifestações proto-nacionalistas, que analisaremos a partir do debate teórico acima mencionado, tendo como recorte analítico a França, no século XV. Além disso, trataremos de outros aspectos relativos ao conflito e a guerra civil francesa que ocorre entre 1407 e 1435, que opõe a nobreza francesa e que nos remete a discussão sobre os partidos políticos na Idade Média.
Abstract The nationhood is one of the most controversial in historical analysis. The subject has been studied, at least, since 1860, without ever finding consensus among researchers. In this paper, our focus is on restrictions on the existence of nationalism in the Middle Ages made by various authors. Accordingly, we will make a brief presentation and synthesis of some works about the subject. The analysis of the conceptualization and its application to later middle ages research appears in Journal d'un Bourgeois de Paris. That, written between 1405 and 1449, covers the last part of the Hundred Years War and brings to mind questions about belonging and xenophobia,suggesting traces of proto-nationalist manifestations,we will examine from the theoretical discussion above, we will investigate France in the fifteenth century. Furthermore, we will explore other aspects of the conflict and the French civil war that occurs between 1407 and 1435, which opposes the French nobility and that leads us to discussion of the political parties in the Middle Ages.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/37103
Arquivos Descrição Formato
000819590.pdf (753.6Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.