Repositório Digital

A- A A+

O uso da tecnologia assistida na adaptação de um instrumento de avaliação de priming semântico : construindo possibilidades de avaliação para um caso de paralisia cerebral

.

O uso da tecnologia assistida na adaptação de um instrumento de avaliação de priming semântico : construindo possibilidades de avaliação para um caso de paralisia cerebral

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O uso da tecnologia assistida na adaptação de um instrumento de avaliação de priming semântico : construindo possibilidades de avaliação para um caso de paralisia cerebral
Autor Beidacki, Katia Scherer
Orientador Holderbaum, Candice Steffen
Data 2011
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Psicologia. Curso de Especialização em Neuropsicologia.
Assunto Avaliação
Cognição
Memória
Neuropsicologia
Paralisia cerebral
Resumo A avaliação cognitiva de pacientes com disfunção neuromotora grave ainda é uma prática pouco comum na clínica neuropsicológica. Isso ocorre principalmente devido a impossibilidade de utilização dos instrumentos de avaliação tradicionais, os quais requerem, em sua maioria, algum tipo de resposta motora. No entanto, o conhecimento sobre o funcionamento cognitivo destes pacientes é fundamental para o planejamento adequado da reabilitação. O priming semântico é um tipo de memória implícita que se caracteriza pela facilitação no processamento de um estímulo devido à relação semântica existente entre este e um estímulo precedente. O presente trabalho teve como objetivo adaptar uma tarefa de decisão lexical construída dentro do paradigma de priming semântico a um caso de paciente com diagnóstico de Paralisia Cerebral, através do uso da Tecnologia Assistiva. Os resultados demonstraram que a adaptação do instrumento foi eficaz, permitindo que a paciente realizasse a tarefa necessária. Analisando-se o desempenho da paciente na tarefa se percebe uma tendência a respostas mais rápidas na condição semanticamente relacionada quando comparado à condição não relacionada. Entretanto, esta diferença não foi significativa, provavelmente devido ao baixo número de respostas válidas restantes após a exclusão dos erros. Conclui-se, dessa forma, que a adaptação de instrumentos de avaliação cognitiva a população com disfunções neuromotoras graves é uma possibilidade e deve ser considerada tanto na clínica quanto na pesquisa neuropsicológica. A utilização da testagem adequada pode permitir a expansão do conhecimento a respeito do funcionamento cognitivo destes pacientes e uma otimização do tratamento através do reconhecimento de suas reais dificuldades e potencialidades.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/37196
Arquivos Descrição Formato
000787649.pdf (268.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.