Repositório Digital

A- A A+

Perfil nutricional e úlceras de pressão em pacientes hospitalizados

.

Perfil nutricional e úlceras de pressão em pacientes hospitalizados

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Perfil nutricional e úlceras de pressão em pacientes hospitalizados
Autor Silva, Carolina Hauber da
Orientador Perry, Ingrid Dalira Schweigert
Co-orientador Moreira, Julia Dubois
Data 2011
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Curso de Nutrição.
Assunto Estado nutricional
Pacientes internados
Úlcera por pressão
[en] Dietary status
[en] Nutritional status
[en] Pressure ulcer
[en] Subjective global assessment
Resumo Introdução: As úlceras de pressão são definidas como lesões localizadas na pele e/ou tecido subjacente, normalmente sobre uma proeminência óssea, como resultado da pressão ou de uma combinação entre esta e forças de cisalhamento. A prevalência de úlceras de pressão no ambiente hospitalar varia de 2,7% a 29,5%. A desnutrição aumenta o risco de desenvolvimento e reduz a cicatrização das úlceras de pressão devido à redução da disponibilidade de nutrientes para a manutenção e reparo tecidual. Por isso, o estado nutricional deve ser re-avaliado periodicamente, seguindo um plano de avaliação individualizado. Objetivo: Avaliar o perfil nutricional e alimentar de pacientes hospitalizados com úlceras de pressão e em risco de desenvolvê-las em um hospital da região sul do Brasil. Métodos: Estudo transversal descritivo de pacientes adultos e idosos divididos em grupo com presença de úlceras de pressão (n=35) e grupo em risco de desenvolver úlceras de pressão (n=19). Foram realizadas a avaliação nutricional (medidas antropométricas objetivas e Avaliação Subjetiva Global), avaliação de consumo alimentar (recordatório 24 horas) e avaliação clínica (exames bioquímicos e Escala de Braden). Resultados: O Índice de Massa Corporal médio encontrado foi de 21,8 ± 4,6 kg/m2 no grupo úlcera de pressão e de 23,9±5 kg/m2 no grupo de risco. Entre os idosos de ambos os grupos houve prevalência de baixo peso (43,8% vs. 41,7%). A média do escore de Braden foi de 12,1 ± 2,6 pontos para o grupo úlcera de pressão e 12,1 ± 1,2 pontos para o grupo risco. O item “Nutrição” da escala de Braden associou-se com a presença de úlceras de pressão (pontuação 2 = nutrição provavelmente inadequada) e com o risco de desenvolver úlceras de pressão (pontuação 1= nutrição muito pobre) com p=0,028. O escore total da Avaliação Subjetiva Global e o subitem da “Perda de Muscular” foram diferentes entre os grupos, sendo que neste último a normalidade associou-se com o grupo Risco (p=0,037). A ingestão da maioria dos nutrientes estava abaixo do recomendado em ambos os grupos. Conclusão: A maioria dos pacientes com UP ou em risco de desenvolver UP tem uma nutrição abaixo das recomendações, bem como parâmetros de estado nutricional inadequados.
Abstract Introduction: A pressure ulcer is localized injury to the skin and/or underlying tissue usually over a bony prominence, as a result of pressure, or pressure in combination with shear. The prevalence of pressure ulcer in the hospital environment ranges from 2.7% to 29.5%. Malnutrition increases the risk of development and impairs the healing of pressure ulcer due to reduced nutrient availability for tissue maintenance and repair. Therefore, the nutritional status should be reassessed periodically, following an individualized assessment plan. Objective: To evaluate the nutritional and dietary status of hospitalized patients with pressure ulcers and at risk of developing pressure ulcer in a hospital in southern Brazil. Methods: A descriptive cross-sectional study including adults and elderly divided in one group of patients with the presence of pressure ulcer (n=35) and other group with patients at risk of developing pressure ulcer (n=19). Data of nutritional assessment (objective anthropometric measures and subjective global assessment), dietary assessment (24-hour diet record) and clinical assessment (biochemical exams and Braden Scale) were evaluated. Results: The mean of Body Mass Index was 21.8 ± 4.6 kg/m2 in group pressure ulcer and 23.9 ± 5 kg/m2 in group risk. Among the elderly of both groups there was a prevalence of underweight (43.8% vs. 41.7%). The mean Braden score was 12.1 ± 2.6 points for the pressure ulcer group and 12.1 ± 1.2 points for the risk group. The item "Nutrition" of Braden Scale was associated with the presence of pressure ulcers (score 2 = probably inadequate nutrition) and the risk of developing pressure ulcers (score 1 = very poor nutrition), p = 0.028. The total score of the Subjective Global Assessment and of the sub-item " muscle wasting " were different between groups, and the normality of the last one was associated with the risk group (p = 0.037). The intake of most nutrients was below recommended levels in both groups. Conclusion: Most patients with pressure ulcers or at risk of developing pressure ulcers, are below the nutrition recommendations and their parameters of nutritional status are inadequate.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/37205
Arquivos Descrição Formato
000820484.pdf (470.1Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.