Repositório Digital

A- A A+

Aberturas utópicas : singularidades da arte política nos anos 70

.

Aberturas utópicas : singularidades da arte política nos anos 70

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Aberturas utópicas : singularidades da arte política nos anos 70
Autor Marsillac, Ana Lúcia Mandelli
Orientador Sousa, Edson Luiz Andre de
Data 2011
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Artes. Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais.
Assunto Arte : Anos 1970-9
Arte contemporânea
Ditadura
Política
Psicanálise
Utopia : Arte
[en] 70
[en] Art
[en] Dictatorship
[en] Politics
[en] Psychoanalysis
[en] Utopia
[es] Años 70
[es] Arte
[es] Dictadura
[es] Política
[es] Psicoanálisis
[es] Utopia
Resumo Esta tese centra-se nas operações artísticas dos brasileiros Cildo Meireles e Paulo Bruscky e do coletivo catalão Grup de Treball, nos anos 70. Ancorada na teoria e método da psicanálise e na história, teoria e critica de arte contemporânea, debruça-se sobre os atos de criação desses artistas, sublinhando e entrecruzando as singularidades de suas poéticas. Em um tempo permeado pela violência e censura ditatorial, tanto no Brasil quanto na Espanha, esses artistas, de diferentes formas, tinham o ato criativo como estratégia critica e política de transformação. No despertar da arte contemporânea, revelam que as transformações do objeto de arte comportam, necessariamente, uma alteração nos seus objetivos e em sua dimensão utópica.
Resumen Esta tesis se centra en las operaciones artísticas de los brasileños Cildo Meireles y Paulo Bruscky y del colectivo Catalán Grupo de Treball en los años 70. Basado en la teoría y el método del psicoanálisis y en la historia, teoría y crítica del arte contemporáneo, se centra en los actos de creación de estos artistas, destacando y entrecruzando las singularidades de su arte. En una época impregnada por la violencia y la censura de la dictadura, en Brasil, como en España, estos artistas, de diferentes maneras, tuvieran el acto creativo como una estrategia crítica y de transformación política. En la estela del arte contemporáneo, ponen de manifiesto que la transformación del objeto de arte implica necesariamente, un cambio en sus objetivos y en su dimensión utópica.
Abstract This thesis focuses on the operations of the Brazilian artistic Cildo Meireles and Paul Bruscky and the collective Catalan Group Treball, in 70 years. Grounded in theory and method of psychoanalysis and history, theory and criticism of contemporary art, focuses on the acts of creation of these artists, underlining and crisscrossing the singularities of their poetry. In a time permeated by violence and censorship dictatorship, in Brazil, as in Spain, these artists, in different ways, had the creative act as a critical strategy and political transformation. In the wake of contemporary art, reveal that the transformation of the art object, involves necessarily a change in its objectives and its utopian dimension.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/37341
Arquivos Descrição Formato
000821491.pdf (12.26Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.