Repositório Digital

A- A A+

Estudo de caso sobre os usos do tempo entre alunas em curso de pedagogia na modalidade a distância

.

Estudo de caso sobre os usos do tempo entre alunas em curso de pedagogia na modalidade a distância

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Estudo de caso sobre os usos do tempo entre alunas em curso de pedagogia na modalidade a distância
Autor Alves, Maria José dos Santos
Orientador Carvalho, Marie Jane Soares
Data 2010
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Cotidiano
Educação continuada
Ensino à distância
Tempo
Uso
[en] Distance education
[en] Everyday life
[en] Uses of time
Resumo A pesquisa tem por objetivo analisar os usos do tempo das alunas-professoras do Curso de Pedagogia Modalidade a Distância da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (PEAD). É um estudo de caso entre as alunas-professoras que estão em formação e compõem grupos distintos, ou seja, as casadas com filhos, as casadas sem filhos e as solteiras. Na vida cotidiana, tempo e gênero se entrelaçam nas tomadas de decisões e ações dos grupos especificados acima. Para compreender essa cotidianidade, utilizei os conceitos de vida cotidiana na perspectiva de Agnes Heller. Nesse cotidiano, a generacidade e a particularidade mobilizam as questões que envolvem o tempo e as relações de gênero. Os registros das atividades foram feitas durante as 24 horas no instrumento denominado diário dos usos do tempo. As categorias analisadas foram: tempo de trabalho doméstico, tempo de estudo, tempo de vida social e tempo livre. O tempo para o estudo nos três grupos é desenvolvido a noite de maneira ininterrupta. A vida social das casadas acontece no âmbito familiar. Para as solteiras o tempo de socialização com a familia é menor. É o único grupo que registra tempo livre. Os usos do tempo das casadas são compostos de uma rotina em que o estudo é inserido na cotidianidade do trabalho doméstico. Em relação às solteiras, o que as afasta do grupo das casadas são os os eventos de cuidado com a casa e do turno em que ocorre o estudo. O fator tempo deve ser pensado em sua complexidade, que envolve as relações de genêro na organização do tempo de estudo.
Abstract The research aims to analyze the uses of time by the Federal University of Rio Grande do Sul Pedagogy Course Distance Learning Mode (HDPE) student-teachers. It is a case study among the student-teachers who are enrolled in continuing education and comprise distinct groups, i.e. married women with children, married without children and single women. In everyday life, time and gender intertwine in decision making and actions of the groups specified above. To understand this everyday concepts I have used the everyday life concepts from the perspective of Agnes Heller. In everyday life generacity and particularity mobilize the issues involving the time and gender relations. The records of the activities were made during 24 hours on the instrument called daily time use. The categories analyzed were: dedicated time to domestic work, study time, social time and free time. The time for studying in the three groups is developed uninterrupted at night. The social life of the married women happens with their family. For the single ones the time socializing with family is smaller. It is the only group that registers free time. The time use by married women is composed of a routine in which the study is inserted in the daily life of housework. Regarding the single ones, what set them apart from the married women group are the events of home care and the shift that the study occurs. The time factor must be considered in its complexity which involves gender relations in the organization of study time.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/37378
Arquivos Descrição Formato
000820717.pdf (866.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.