Repositório Digital

A- A A+

Perfil de sucetibilidade a antifúngicos de dermatófitos isolados de pacientes com insuficiência renal crônica

.

Perfil de sucetibilidade a antifúngicos de dermatófitos isolados de pacientes com insuficiência renal crônica

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Perfil de sucetibilidade a antifúngicos de dermatófitos isolados de pacientes com insuficiência renal crônica
Outro título Antifungal susceptibility of dermatophytes isolated from patients with chronic renal failure
Autor Magagnin, Cibele Massotti
Vieira, Fabiane Jamono
Machado, Madeline
Lamb, Flávia Maria
Stopiglia, Cheila Denise Ottonelli
Heidrich, Daiane
Vettorato, Gerson
Scroferneker, Maria Lucia
Resumo FUNDAMENTOS: As dermatofitoses apresentam alta prevalência na população em geral e, principalmente, em pacientes com insuficiência renal crônica, necessitando tratamento com antifúngicos tópicos e/ou sistêmicos, cuja eficácia precisa ser avaliada. Estudos in vitro para avaliar a ação de antifúngicos são raros, especialmente, em fungos filamentosos. OBJETIVO: Avaliar o perfil de suscetibilidade de diferentes espécies de dermatófitos, isolados de pacientes com insuficiência renal crônica, em relação a nove antifúngicos disponíveis comercialmente para o tratamento de dermatofitoses. MÉTODO: Analisaram-se 26 isolados de dermatófitos de pacientes com insuficiência renal crônica em relação a nove antifúngicos (cetoconazol, ciclopirox olamina, fluconazol, griseofulvina, itraconazol, miconazol, piroctona olamina, terbinafina e tioconazol) pelo método de microdiluição em caldo proposto pelo Clinical and Laboratory Standards Institute (CLSI), com modificações para dermatófitos. RESULTADOS: Entre os antifúngicos testados, a terbinafina e o tioconazol obtiveram os melhores resultados de sensibilidade e o fluconazol apresentou baixa atividade, especialmente para as amostras da espécie M. gypseum. O ciclopirox olamina, apesar de menos eficaz que a terbinafina, também mostrou resultados satisfatórios. CONCLUSÕES: De modo geral, o perfil de sensibilidade dos antimicóticos testados seguiu o padrão de resultados mostrados por estudos anteriores, ratificando a necessidade de conhecimento da espécie causadora de dermatofitose, devido à variação do perfil de suscetibilidade entre as espécies. Além disso, nossos resultados demonstram a importância da realização de ensaios de sensibilidade in vitro, pois alguns isolados da mesma espécie apresentaram diferente perfil de sensibilidade.
Abstract BACKGROUND: The prevalence of dermatophytosis in the general population is high, particularly in patients with chronic renal failure. Treatment requires the use of topical and/or systemic antifungal drugs. The efficacy of antifungal agents for the treatment of dermatophytosis has yet to be evaluated. Studies evaluating the in vitro activity of antifungal agents are rare, particularly in filamentous fungi. OBJECTIVE: To evaluate the susceptibility profile of different species of dermatophytes isolated from patients with chronic renal failure to nine antifungal drugs available on the market for the treatment of dermatophytosis. METHODS: Twenty-six isolates of dermatophytes obtained from patients with chronic renal failure were analyzed with respect to their susceptibility to nine antifungal agents (ketoconazole, ciclopirox olamine, fluconazole, griseofulvin, itraconazole, miconazole, piroctone olamine, terbinafine and tioconazole), using the broth microdilution method proposed by the Clinical and Laboratory Standards Institute (CLSI) and adapted for dermatophytes. RESULTS: Of the antifungal agents tested, the best results in terms of sensitivity were found with terbinafine and tioconazole, while the antifungal activity of fluconazole was found to be weak, particularly against strains of M. gypseum. Ciclopirox olamine, although less effective than terbinafine, also yielded satisfactory results. CONCLUSIONS: In general, the sensitivity profile of the antifungal agents tested in this study was similar to results obtained in previous studies, confirming the need to determine which species is causing the dermatophytosis given that antifungal susceptibility varies from one species to another. Furthermore, the present findings show the importance of conducting in vitro sensitivity tests, since the sensitivity profile may differ among isolates of the same species.
Contido em Anais brasileiros de dermatologia. Rio de Janeiro. Vol. 86, n. 4 (jul./ago. 2011), p. 694-701
Assunto Antimicóticos
Arthrodermataceae
Insuficiência renal crônica
Micoses
[en] Antifungal agents
[en] Arthrodermataceae
[en] Kidney failure chronic
[en] Mycoses
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/37390
Arquivos Descrição Formato
000788775.pdf (301.2Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir
000788775-02.pdf (228.9Kb) Texto completo (inglês) Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.