Repositório Digital

A- A A+

Complicações da luxação do cristalino para a cavidade vítrea

.

Complicações da luxação do cristalino para a cavidade vítrea

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Complicações da luxação do cristalino para a cavidade vítrea
Autor Lavinsky, Jacó
Fior, Odinei
Goldhardt, Raquel
Dei Ricardi, Luciana Meister
Resumo Objetivo: Avaliar as complicações pré e pós-vitrectomia, sua correlação com o tempo de permanência do núcleo no vítreo e a acuidade visual final, bem como as complicações a longo prazo. Métodos: Estudo retrospectivo de 12 pacientes que apresentavam fragmentos do cristalino no vítreo pósfacectomia, submetidos a vitrectomia no Serviço de Oftalmologia do Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA) entre novembro de 1994 e junho de 2000. Resultados: Após a queda do núcleo no vítreo, 5 pacientes apresentaram edema corneano, 3 uveíte, 8 glaucoma, 1 descolamento de retina e todos tiveram redução da acuidade visual. Submetidos à vitrectomia, no pós-operatório imediato 2 apresentavam hifema, 6 glaucoma, 2 descolamento de retina, 1 phthisis bulbi, 1 edema macular cistóide, 2 perfluorocarbono na câmara anterior e 7 edema corneano. No pós-operatório tardio, a maioria das complicações se resolveram (média de 6 meses). O tempo de permanência do núcleo luxado foi menor que 15 dias para 3 pacientes e maior que 15 dias para 9 pacientes. Conclusão: Os resultados sugerem que os fragmentos do cristalino retidos na cavidade vítrea devem ser removidos prontamente para impedir a resposta inflamatória, melhorando, assim, o prognóstico visual.
Abstract Purpose: To evaluate the complications before and after vitrectomy, their correlation with the time the lens remained in the vitreous cavity, and final visual acuity. The long-term complications were also evaluated. Methods: Retrospective study of 12 patients who had lens material in the vitreous after cataract surgery. The patients underwent vitreous surgery from November 1994 to June 2000 at the Ophthalmology Service of the Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA). Results: After the displacement of the nucleus into the vitreous cavity, 5 patients had corneal edema, 3 had uveitis, 8 glaucoma, 1 retinal detachment, and all patients had reduced visual acuity. After vitrectomy, 2 patients had hyphema, 6 glaucoma, 2 retinal detachment, 1 phthisis bulbi, 1 cystoid macular edema, 2 perfluorcarbon in the anterior chamber, and 7 corneal edema. Almost all complications resolved on the longterm evaluation (mean 6 months). The length of time the nucleus remained in the vitreous cavity was less than 15 days in 3 patients and more than 15 days in 9 patients. Conclusion: The results suggest that the fragments retained in the vitreous cavity should be promptly removed to prevent the inflammatory response and to improve the visual prognosis.
Contido em Arquivos brasileiros de oftalmologia. São Paulo. Vol. 65, n. 4 (jul./ago. 2002), p. 435-439
Assunto Complicações pós-operatórias
Corpo vítreo
Cristalino : Patologia
Cuidados pós-operatórios
Luxações : Cirurgia
Refracao ocular
Vitrectomia
[en] Crystalline lens/pathology
[en] Lens subluxation
[en] Postoperative complications
[en] Preoperative care
[en] Retrospective studies
[en] Visual acuity
[en] Vitrectomy
[en] Vitreous body
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/37405
Arquivos Descrição Formato
000352336.pdf (137.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.