Repositório Digital

A- A A+

Partição da diversidade de insetos aquáticos em riachos do sul do Brasil

.

Partição da diversidade de insetos aquáticos em riachos do sul do Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Partição da diversidade de insetos aquáticos em riachos do sul do Brasil
Outro título Partitioning diversity of aquatic insects in streams of the Southern Brazil
Autor Hepp, Luiz Ubiratan
Orientador Melo, Adriano Sanches
Data 2011
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Programa de Pós-Graduação em Ecologia.
Assunto Biodiversidade
Insetos aquáticos
[en] Additive partitioning
[en] Beta diversity
[en] Ephemeroptera
[en] Hierachical scale
[en] Lotic systems
[en] Plecoptera
[en] Trichoptera
Resumo O presente estudo teve por objetivo principal avaliar a distribuição espacial de insetos aquáticos (Ephemeroptera, Plecoptera e Trichoptera; EPT) em riachos do Sul do Brasil. Para tanto, foram realizados diferentes estudos com objetivos específicos direcionados a (i) avaliar o efeito de fatores ambientais e espaciais sobre a distribuição dos organismos, (ii) verificar as escalas heirárquicas onde ocorreram maior variação da comunidade (diversidade beta), (iii) testar a existência de relação entre a composição de espécies e diferentes distâncias espaciais e (iv) avaliar a importância da inclusão de espécies raras na diversidade beta de insetos aquáticos. No primeiro estudo, realizado em Maquiné-RS, observei que os preditores ambientais possuem maior importância na explicação da diversidade beta das comunidades do que a distância entre os trechos . No segundo estudo, em São José dos Ausentes–RS, particionei a diversidade em múltiplas escalas. A partição aditiva utilizada demonstrou que as escalas maiores (riachos e microbacias) foram as de maior importância para estruturação da comunidade. No último estudo, utilizei um método de decomposição da variância da comunidade em múltiplas escalas espaciais utilizando uma matriz biológica contendo toda a fauna de EPT coletada e outra matriz com exclusão das espécies raras. Neste estudo foi possível observar que a variação existente nas escalas de corredeiras, riachos e microbacias foi baixa. A exclusão das morfo-espécies raras não afetou esta variação, demonstrando que em estudos de distribuição espacial, o esforço pode ser direcionado às espécies comuns. Assim, considerando a importância que pequenos riachos possuem em termos de bacias hidrográficas a manutenção da heterogeneidade destas bacias em múltiplas escalas espaciais poderá contribuir para o incremento da biodiversidade aquática.
Abstract The present study aimed at assessing the spatial distribution of aquatic insects (Ephemeroptera, Plecoptera and Trichoptera; EPT) in streams of the Southern Brazil. Three studies have been conducted with specific objectives at (i) to evaluate the effect of environmental and spatial factors on organisms distribution, (ii) to verify the hierarchical scales where the highest community variation (beta diversity) was found, (iii) to test the existence of a relationship between species composition and different spatial distances and (iv) to evaluate the importance of including rare species in beta diversity of aquatic insects. In the first study, conducted in Maquiné-RS, I noticed that the environmental predictors are more important in explaining the beta diversity of the communities than the distance between the sites. In the second study in São José dos Ausentes-RS, I partitioned the diversity at multiple scales. The additive partitioning used showed that the larger scales (streams and microbasins) were the most important for community structure. In the last study I used a method of community variance decomposition at multiple spatial scales using a biological full matrix EPT fauna and another array without rare species. In this study I observed that the variation in the riffles, streams and microbasin scales was low. The exclusion of rare morphospecies did not affect this variation, showing that in studies of spatial distribution, the effort can be directed to the common species. Thus, considering the importance that the small streams have in hidrographic basins, in terms of maintaining the heterogeneity of these basins at multiple spatial scales, they may contribute to the increase of aquatic biodiversity.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/37433
Arquivos Descrição Formato
000793515.pdf (2.372Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.