Repositório Digital

A- A A+

Validação do conteúdo do diagnóstico de enfermagem insuficiência na capacidade do adulto para melhorar no contexto do idoso

.

Validação do conteúdo do diagnóstico de enfermagem insuficiência na capacidade do adulto para melhorar no contexto do idoso

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Validação do conteúdo do diagnóstico de enfermagem insuficiência na capacidade do adulto para melhorar no contexto do idoso
Autor Tanccini, Thaíla
Orientador Crossetti, Maria da Graça Oliveira
Data 2011
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem. Curso de Enfermagem.
Assunto Diagnóstico de enfermagem
Idoso
Idoso fragilizado
Resumo Trata-se de um Revisão Sistemática da literatura, de caráter descritivo e exploratório e sem metanálise com base no referencial de Pereira e Bachion (2006). Tem como objetivo geral: Validar o conteúdo do diagnóstico de enfermagem Insuficiência na capacidade do adulto para melhorar (NANDA-I, 2010) no contexto do idoso. E como objetivos específicos: a) Identificar e definir as características definidoras (sinais e sintomas) do DE Insuficiência na capacidade do adulto para melhorar (NANDA-I, 2010) no contexto do idoso. b) Relacionar as CD do DE Insuficiência na capacidade do adulto para melhorar (NANDA-I, 2010) no contexto do idoso com os sinais, sintomas e fatores determinantes da Síndrome da Fragilidade no idoso (SFI). Levou-se em consideração os aspectos éticos, submetendo-se ao parecer da Comissão de Pesquisa da Escola de Enfermagem da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Para a busca dos artigos foram utilizadas as bases eletrônicas Cochrane Collaboration, Web of Science, CINAHL, Scopus e PubMed, onde encontrou-se um total de 621artigos, após serem avaliados pelos testes preliminar, de relevância I, de Relevância II e de Relevância III, restaram 40 artigos como amostra. Dos 40 artigos analisados foram evidenciadas 13 características definidoras, a mais prevalente foi estado de humor alterado evidenciada em 19 (47,5%) artigos, posteriormente foi declínio físico presente em 16 (40%) estudos, declínio cognitivo encontrou-se em 14(35%), participação social diminuída e ou prejudicada 10(25%), ingesta nutricional inadequada 9(22,5%), exacerbações freqüentes de problemas de saúde crônicos 7(17,5%), apatia 6(15%), déficit no auto-cuidado 6(15%), baixo nível de escolaridade 4(10%), e as seguintes estiveram presentes em 1(2,5%) artigo cada, anorexia, negligência nas atividades financeiras, negligência no ambiente doméstico e participação diminuída nas atividades de vida diária. Evidenciou-se que essas características estão presentes na população idosa e com SFI, pois são semelhantes aos sinais, sintomas e fatores que a caracterizam. Sugere-se a realização de pesquisas sobre tecnologias do cuidado em enfermagem que envolvam o envelhecimento e a população idosa, com o desenvolvimento de estudo de validação clínica destas características definidoras para evidenciá-las em pacientes idosos.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/37504
Arquivos Descrição Formato
000822798.pdf (417.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.