Repositório Digital

A- A A+

Promoção à saúde na atenção básica : estratégias do contexto brasileiro

.

Promoção à saúde na atenção básica : estratégias do contexto brasileiro

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Promoção à saúde na atenção básica : estratégias do contexto brasileiro
Autor Gotardo, Kelen
Orientador Witt, Regina Rigatto
Data 2011
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem. Curso de Enfermagem.
Assunto Atenção à saúde
Promoção da saúde
Resumo No cenário da atenção básica no Brasil, a Saúde da Família tem se constituído importante espaço para o desenvolvimento de estratégias de promoção da saúde. Objetivou-se caracterizar as estratégias de promoção à saúde, voltadas à atenção básica no contexto brasileiro, a partir de produção científica publicada em anais de evento na área de Saúde Coletiva. Trata-se de uma análise documental baseada em Gill (2009), definida como análise de conteúdo de diversos formatos de documento ou de um determinado tipo específico, com objetivos específicos. Os resumos foram buscados nos anais do IX Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva. No tema promoção da saúde foram encontrados 403 resumos, sendo que 53 fizeram parte da amostra estudada após a aplicação dos critérios de inclusão. Os trabalhos foram apresentados por instituições de ensino superior como universidades e escolas de pós-graduação, principalmente classificados no eixo da “Ciência, tecnologia e inovação para o cumprimento dos princípios e diretrizes do SUS”. Na caracterização das estratégias de promoção à saúde se observou que a maioria das ações foram desenvolvidas em unidades básicas de saúde e centros/unidades/estratégias de saúde da família, por equipe multiprofissional, direcionadas ao público em geral, gestantes e hipertensos, abordaram temas como alimentação saudável, práticas de exercícios físicos, gestação, controle da hipertensão, entre outros. Em relação ao tipo de estratégia predominou às grupais e comunitárias, com freqüência semanal ou mensal, desenvolvidas com ampla opção de recursos, principalmente conceitual, corporal e cultural. Com este estudo, constata-se que o tema é relevante, porém deve haver um maior conhecimento dos profissionais acerca da Política de Promoção à Saúde, pois em muitas ações, educação e prevenção são abordadas como sinônimos de promoção à saúde.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/37509
Arquivos Descrição Formato
000822714.pdf (441.5Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.