Repositório Digital

A- A A+

Diagnósticos de enfermagem e intervenções em pacientes submetidos à biópsia hepática guiada por ultrassonografia

.

Diagnósticos de enfermagem e intervenções em pacientes submetidos à biópsia hepática guiada por ultrassonografia

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Diagnósticos de enfermagem e intervenções em pacientes submetidos à biópsia hepática guiada por ultrassonografia
Autor Oliveira, Gabriela Garcia de
Orientador Almeida, Miriam de Abreu
Data 2011
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem. Curso de Enfermagem.
Assunto Biópsia
Processos de enfermagem
Radiologia intervencionista
Resumo O processo de enfermagem (PE) inclui a etapa de diagnósticos de enfermagem (DE) definidos após a análise dos sinais, sintomas e fatores de risco apresentados pelos pacientes. No Hospital de Clínicas de Porto Alegre, este método é utilizado há mais de 30 anos, e atualmente encontra-se informatizado. Todavia, o Serviço de Radiologia ainda não tem acesso a este sistema, o que dificulta a identificação dos DEs. Com a finalidade de qualificar o cuidado aos pacientes que utilizam os serviços de enfermagem radiológica e de melhorar os registros de enfermagem, propôs-se este estudo, que teve como objetivos identificar os DEs para pacientes submetidos à biopsia hepática guiada por ultrassonografia e descrever as respectivas intervenções de enfermagem. Trata-se de um estudo descritivo de corte transversal, realizado no Hospital de Clínicas de Porto Alegre, que teve como população os pacientes submetidos à biópsia hepática guiada por ultrassonografia no período de setembro a novembro de 2011. A amostra compreendeu 97 pacientes, selecionados de acordo com a data de realização do exame. A coleta de dados ocorreu nos prontuários, de forma retrospectiva, com foco nas evoluções de enfermagem pré, trans e pós-biópsia hepática. A pesquisa foi aprovada pela Comissão de Pesquisa da Escola de Enfermagem da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e pelo Comitê de Ética em Pesquisa do hospital. Foram analisadas 97 evoluções de enfermagem que evidenciaram os seguintes sinais e sintomas: dor (16,49%), pressão elevada (3,09%), agitação e choro (2,06% cada) e preocupação, insatisfação pelo NPO, tontura, sangramento, bradipnéia, bradicardia e medo do resultado (1,03% cada). Os DEs estabelecidos foram: Risco de sangramento, Dor aguda, Medo, Ansiedade, Conhecimento deficiente, Risco de glicemia instável e Conforto alterado. Com o estabelecimento dos DEs, foram descritas as intervenções de enfermagem conforme as informações contidas no sistema informatizado do HCPA e conforme as intervenções de enfermagem da Nursing Interventions Classifications (NIC).
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/37524
Arquivos Descrição Formato
000822522.pdf (797.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.