Repositório Digital

A- A A+

Beach ridges, foredunes or transgressive dunefields? Definitions and an examination of the Torres to Tramandaí barrier system, Southern Brazil

.

Beach ridges, foredunes or transgressive dunefields? Definitions and an examination of the Torres to Tramandaí barrier system, Southern Brazil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Beach ridges, foredunes or transgressive dunefields? Definitions and an examination of the Torres to Tramandaí barrier system, Southern Brazil
Autor Hesp, Patrick A.
Dillenburg, Sergio Rebello
Barboza, Eduardo Guimaraes
Tomazelli, Luiz Jose
Ayup-Zouain, Ricardo Norberto
Esteves, Luciana Slomp
Gruber, Nelson Luiz Sambaqui
Toldo Junior, Elirio Ernestino
Tabajara, Luiz Liberato Cavalcanti de Albuquerque
Clerot, Luiz Carlos Pinheiro
Resumo Muitas barreiras progradantes e alguns campos de dunas têm sido chamadas de planícies de cordões de praia (‘‘beach ridge plains’’), embora a sua gênese seja ainda discutível. O uso dos termos berma, cordão de praia e dunas frontais é também confuso na literatura, pois suas definições são muito variáveis e são comumente usados de uma maneira intercambiável. Portanto, a formação e definição de bermas de areia, cordões de praia e dunas frontais são brevemente revisadas. Os cordões de praia são redefinidos como depósitos integralmente formados por ondas e que são, na maioria das vezes, formados durante condições de alta energia de ondas e/ou níveis de água elevados (e.g. elevação do nível de água durante tempestades). Dunas frontais são formadas por deposição eólica de areia na vegetação de pós-praia. Alguns campos de dunas no Brasil têm sido chamados de planícies de cordões de praia, quando na verdade eles são planícies de dunas frontais, campos de dunas transgressivas, ou barreiras complexas (i.e. barreiras mostrando os dois tipos de dunas). Um destes campos de dunas ocorre na barreira holocênica existente entre Torres e Tramandaí no sul do Brasil. As características morfológicas desta barreira se apresentam na forma de largos, relativamente retilíneos e largamente espaçados (400-600m) cordões paralelos à linha de praia, na metade interna (no sentido do continente) da barreira, e na forma de menos espaçados (80-400m), com forma lobada e crescente, e mais discretos cordões na metade externa da barreira. Baixos e ondulados campos de dunas, lençóis de areia, dunas do tipo “nebkhas” e planícies de deflação ocorrem entre os cordões. A barreira é reinterpretada como uma barreira de dunas transgressivas progradante.
Abstract Many prograded barriers and some dunefields in theworld have been termed ‘beach ridge’ plains, but the actual genesis of the ‘ridges’ is often unknown. Use of the terms, berms, beach ridges and foredunes is also confusing in the literature because their definitions are highly variable and are commonly used interchangeably. Thus, the formation and definition of sand berms, beach ridges and foredunes is briefly reviewed. Beach ridges are re-defined as entirely wave formed deposits which are most commonly formed during high wave conditions and/or elevated water levels (e.g. storm surges). Foredunes are formed by aeolian sand deposition in vegetation on the backshore. Some dunefields in Brazil have been called beach ridge plains when they are, in fact, foredune plains, transgressive dunefields, or complex barriers (i.e. barriers comprising two types of dunes). The Holocene barrier extending from Torres to Tramandaí in southern Brazil has been regarded as a beach ridge plain. The landforms of this Holocene barrier comprise wide, relatively linear, widely spaced (400–600m), shore parallel ridges on the landward half, and more closely spaced (80–400m), lobate and crescentic, discrete ridges on the seaward half. Low, rolling dunefields, sand sheets, nebkha fields and deflation plains occur between the ridges. The barrier is re-interpreted as a prograded, transgressive dunefield barrier.
Contido em Anais da academia brasileira de ciencias. Vol. 77, n.3 (2005), p. 493-508
Assunto Barreiras costeiras
[en] Beach ridges
[en] Coastal barriers
[en] Holocene
[en] Southern Brazil
[en] Transgressive dunefields
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/37609
Arquivos Descrição Formato
000555746.pdf (529.4Kb) Texto completo (inglês) Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.