Repositório Digital

A- A A+

A construção do conceito de número através da ludicidade na educação infantil

.

A construção do conceito de número através da ludicidade na educação infantil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A construção do conceito de número através da ludicidade na educação infantil
Autor Barcellos, Andréa Kerschner
Orientador Collares, Darli
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Curso de Pedagogia: Ensino a Distância: Licenciatura.
Assunto Construção do conhecimento
Educação infantil
Jogos pedagógicos
Prática pedagógica
Resumo Este trabalho relata minha experiência com a matemática, traz um pouco de minha trajetória como aluna, minhas descobertas como professora. Na pesquisa procuro relatar os motivos ou o motivo que leva a matemática a ser considerada uma das disciplinas mais temida e odiada pelos alunos, que mesmo com todo o avanço da tecnologia e os inúmeros recursos disponíveis ainda apresentam grande aversão a matemática. No trabalho descrevi minha vida escolar, os momentos inesquecíveis, a grande dificuldade com os números. Mostro a maneira como aprendi o conceito de número e o que isto resultou para minha aprendizagem. Demonstro, através das inúmeras leituras baseadas em Jean Piaget, Kátia Smole e Constance Kami, como ocorre a aquisição do conceito de número. Penso que através desta pesquisa muitos professores poderão acrescentar aos seus conhecimentos tal pesquisa, facilitando o trabalho em sala de aula e melhorando os resultados na aprendizagem de seus alunos, priorizando a fase da educação infantil, pois é nela que ocorre a aquisição deste importante conceito matemático. Neste trabalho escrevo o projeto que realizei em meu estágio, as atividades que propus a turma de crianças de cinco e seis anos e os resultados que tal projeto proporcionou. Vejo esta pesquisa como um trabalho já visto na teoria, muito comentado e descrito por grandes autores e pensadores da educação, mas este assunto requer certa desacomodação por parte daquele que se propõe a ensinar e isto, sabemos, é algo espontâneo, por isso ainda a matemática traz seus pavores. Quero provocar de forma sadia levando muitos a refletirem sua posição enquanto professores levá-los a saírem da acomodação, da tese que o aluno não aprende porque possuem inúmeros fatores sociais e familiares que o levam a perderem o interesse pela disciplina que não possui atrativos nenhum, transformar isto em questionamentos a cerca do novo, mostrar que através do lúdico, do simples, daquilo que está ao alcance de todos, basta ter boa vontade de incentivar o aluno a descobrir seu potencial.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/37683
Arquivos Descrição Formato
000822614.pdf (401.9Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.