Repositório Digital

A- A A+

Palynological analysis of a late Holocene core from Santo Antônio da Patrulha, Rio Grande do Sul, Southern Brazil

.

Palynological analysis of a late Holocene core from Santo Antônio da Patrulha, Rio Grande do Sul, Southern Brazil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Palynological analysis of a late Holocene core from Santo Antônio da Patrulha, Rio Grande do Sul, Southern Brazil
Autor Macedo, Renato Backes
Souza, Paulo Alves de
Bauermann, Soraia Girardi
Bordignon, Sergio Augusto de Loreto
Resumo Um testemunho de sondagem coletado em Santo Antônio da Patrulha, Rio Grande do Sul,Brasil, foi submetido para análise polínica a fim de revelar a história vegetacional e mudanças paleoecológicas e paleoclimáticas. Um total de 98 táxons foi identificado a partir de 35 subamostras. Três datações radiocarbônicas foram obtidas ao longo de uma seção de 115 cm de profundidade, incluindo a idade basal de 4730 ± 50 anos AP. Diagramas polínicos e análises de agrupamentos foram realizadas com base nas freqüências dos palinomorfos, demonstrando cinco fases distintas (SAP-I a SAP-V), as quais refletiram diferentes condições paleoecológicas. A predominância de plantas relacionadas à vegetação campestre na fase SAP-I sugere condições climáticas quentes e secas. Um gradual aumento nas condições de umidade foi observado principalmente no início da fase SAP- III, quando a vegetação conformou um mosaico de Campos e Floresta Atlântica. Além disso, a presença de certos táxons florestais (tipo-Acacia, Daphnopsis racemosa, tipo Erythrina e tipo Parapiptadenia rigida), a partir da fase SAP-IV, é interpretada como influência da Floresta Estacional Semidecidual na região de estudo. A partir da fase SAP-V (ca. 4000 anos AP) a vegetação tornou-se similar à moderna (atual Bioma da Floresta Atlântica), especialmente após 2000 anos AP (idade calibrada).
Abstract A sedimentar core collected at Santo Antônio da Patrulha, Rio Grande do Sul State, southmost Brazil, was submitted to pollen analysis to provide the vegetational history of this region, and the paleoecological and paleoclimatic changes. A total of 98 taxa of palynomorphs was identified from 35 subsamples. Three radiocarbonic datings were obtained along a section of 115cm depth, including the basal age of 4730 ± 50 yr BP.Pollen diagrams and cluster analysis were performed based on palynomorphs frequencies, demonstrating five distinct phases (SAP-I to SAP-V), which reflected different paleoecological conditions. The predominance of plants associated with grasslands in the phase SAP-I suggests warm and dry climate conditions. A gradual increasing of humidity conditions was observed mainly from the beginning of the phase SAP-III, when the vegetation set a mosaic of grasslands and Atlantic rainforest. Furthermore, the presence of some forest taxa (Acacia-type, Daphnopsisracemosa, Erythrina-type and Parapiptadenia rigida-type), from the phase SAP-IV,is interpreted as an influence of the seasonal semideciduous forest in the study region. From the phase SAP-V (ca. 4000 yrs BP), the vegetation became similar to the modern one (extant Atlantic rainforest Biome), especially after 2000 yrs BP (calibrated age).
Contido em Anais da Academia Brasileira de Ciências= Annals of the Brazilian Academy of Sciences. Vol. 82, n. 3 (set. 2010), p. 731-745
Assunto Paleoclimatologia
Palinologia
[en] Atlantic rainforest
[en] Late Holocene
[en] Paleoclimatology
[en] Paleoecology
[en] Palynology
[en] Rio Grande do Sul State
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/37686
Arquivos Descrição Formato
000762225.pdf (7.338Mb) Texto completo (inglês) Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.