Repositório Digital

A- A A+

Planejamento docente e a qualidade da ação pedagógica em sala de aula

.

Planejamento docente e a qualidade da ação pedagógica em sala de aula

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Planejamento docente e a qualidade da ação pedagógica em sala de aula
Autor Rapack, Fabilso de Farias
Orientador Meinerz, Carla Beatriz
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Curso de Pedagogia: Ensino a Distância: Licenciatura.
Assunto Ensino público
Prática pedagógica
Projeto pedagógico
Sala de aula
Resumo O presente trabalho de monografia tem como objetivo analisar as contribuições oferecidas pelo planejamento para a qualidade da ação pedagógica em sala de aula. Os educadores têm papel relevante na formação dos alunos e o planejamento configura-se como um aliado insubstituível, porque é um instrumento básico para que todo processo educativo desenvolva sua ação, num todo unificado, integrando os recursos a partir do contexto escolar, direcionando a ação educativa. A percepção quanto à importância do planejamento na prática docente ocorreu no estágio curricular, pois os planejamentos foram fundamentais para o trabalho realizado com os alunos do 4º ano. A partir do estudo de obras e documentos procuro definir os conceitos de planejamento. Na seqüência saliento a importância de planejar, pois este instrumento consiste em refletir sobre as ações e opções, configurando-se como uma atividade consciente de previsão do trabalho a ser realizado, orientando a prática, servindo de guia para que alunos e professores desenvolvam uma ação eficaz. Também destaco o quanto o planejamento participativo vem ganhando espaço, porque o saber deixou de ser propriedade de especialistas e passou-se a valorizar a importância de todos os membros envolvidos tornarem-se e fazerem parte do processo de escolha e decisão, e não a reprodução dos planejamentos já existentes. Dando continuidade ao trabalho será relacionado planejamento e avaliação, pois avalia-se para planejar, planeja-se para avaliar, enfim não há uma ordem exata, mas cabe ressaltar que estes dois instrumentos caminham juntos, pois se unem de forma contínua. Visando qualificar o trabalho, foram aplicadas entrevistas livres a educadores de escolas públicas municipais e estaduais, com o objetivo de verificar a utilização do planejamento na prática docente e a relevância deste instrumento para cada educador, porque são anos preciosos que os alunos passam na escola e precisam ser aproveitados ao máximo para sua formação, o tempo de escola pode ter reflexos para toda a vida do educando, razão esta que é muito grande a responsabilidade imposta ao professor, por tudo isso é que o professor deve orientar o trabalho de maneira eficiente, o que será possível por meio do planejamento. Feito isto apresento algumas reflexões sobre a experiência de estágio ocorrido na Escola Estadual Pastor Voges de Itati. A partir de análises e leituras de referenciais teóricos de Vasconcellos, Piletti, Madalena Freire e outros, analiso as contrições deste instrumento que não se configura como um fazer burocrático, que estabelece um roteiro que antecipa todas as ações, subtraindo o improviso e a flexibilidade diante do inusitado, mas um instrumento impulsionador da prática pedagógica.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/37720
Arquivos Descrição Formato
000821757.pdf (2.462Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.