Repositório Digital

A- A A+

O carnaval espetáculo no Sul do Brasil : uma etnografia da cultura carnavalesca nas construções das identidades e nas transformações da festa em Porto Alegre e Uruguaiana

.

O carnaval espetáculo no Sul do Brasil : uma etnografia da cultura carnavalesca nas construções das identidades e nas transformações da festa em Porto Alegre e Uruguaiana

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O carnaval espetáculo no Sul do Brasil : uma etnografia da cultura carnavalesca nas construções das identidades e nas transformações da festa em Porto Alegre e Uruguaiana
Autor Duarte, Ulisses Corrêa
Orientador Oliven, Ruben George
Data 2011
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social.
Assunto Antropologia social
Carnaval
Carnaval de rua
Cultura popular
Escola de samba
Espetáculo
Festas populares
Identidade social
Porto Alegre (RS)
Uruguaiana (RS)
[en] Carnival culture
[en] Identities
[en] Rio paradigm
[en] Samba schools
[en] Spectacle carnival
[en] Spectacle rhetoric
Resumo Neste trabalho pretendo analisar os significados do carnaval das Escolas de Samba para os carnavalescos no sul do Brasil, com foco na organização sócio-cultural dos bastidores da festa. Com etnografia realizada a partir da produção carnavalesca em Porto Alegre e em Uruguaiana para os desfiles de 2011, pretendo demonstrar como as transformações simbólicas e materiais destes carnavais nos últimos anos podem ser entendidas como arranjos de discursos e práticas baseados num processo de construção de um modelo paradigmático de carnaval, mobilizado numa retórica em comum. São valores, noções e conceitos canalizados num projeto de carnaval ideal: o carnaval espetáculo. Analisarei o que é este projeto, e como ele era posto em perspectiva em duas Escolas de Samba de divisões hierarquicamente distintas do carnaval de Porto Alegre, na primeira e na terceira divisão respectivamente. A associação do samba como símbolo de pertencimento à identidade nacional no Rio Grande do Sul pode ser demonstrada em dois processos contrastantes. Em Uruguaiana, a possibilidade de diferenciação regional se constrói na pertença aos símbolos que denotam a “brasilidade” das mais diferentes camadas sociais promotoras da festa, em contraste aos países vizinhos e fronteiriços. E em Porto Alegre, a construção da cultura carnavalesca se distancia dos símbolos regionais e se restringe aos carnavalescos, uma parcela delimitada da população relacionada simbolicamente ao elemento étnico promotor da festa, sua população negra. Os modelos ideais divergentes de produção do carnaval, um baseado na compra de materiais e fantasias e na contratação de mão de obra do centro do país, e o outro baseado na defesa da produção local, nos darão importantes elementos para se pensar na produção das identidades, nos critérios da produção da retórica do espetáculo, dos sensos de legitimidade da festa e dos modelos de carnavais propostos.
Abstract In this paper I intend to analyze the meanings of the Samba School Carnival for the southern Brazil carnival participants, with a focus on socio-cultural organization of the party scenes. With ethnography from the carnival production in Porto Alegre and Uruguaiana for the parades of 2011, I intend to demonstrate how the material and symbolic transformations of these carnivals in recent years can be understood as arrangements of discourses and practices based on a process of building a carnival paradigmatic model, mobilized in a common rhetoric. Those are values, notions and concepts in a flowing design to an ideal carnival project: the spectacle carnival. It’s going to be examined what this project is, and how it was seen in two Samba Schools of hierarchically distinct divisions from Porto Alegre carnival, the first and third division respectively. The association of samba as a symbol of belonging to national identity Rio Grande do Sul can be demonstrated in two contrasting processes. In Uruguaiana, the possibility of regional differentiation is built on belongs to the symbols that denote the "Brazilianness" from different social strata of the party promoters, in contrast to neighboring and border countries. And in Porto Alegre, the construction of carnival culture moves away from regional symbols and is restricted to the carnival participants, a population defined portion symbolically related to the ethnic element that promotes the party, its black population. The divergent ideal models of Carnival production, one based on the purchase of materials and costumes and hiring labor from the center of the country, and the other based on the defense of local production, will give us important elements to consider in the identities production, in the spectacle rhetoric production criteria, the party legitimacy senses and the suggested carnival models.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/37828
Arquivos Descrição Formato
000821554.pdf (26.78Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.